Governador Jaques Wagner garante apoio do Governo do Estado ao PAC do Sul da Bahia

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

“O Plano Executivo de Aceleração do Desenvolvimento e Diversificação do Agronegócio da Região Cacaueira é um conjunto de ações definidas através de um estudo elaborado por todos os segmentos da sociedade organizada, que contêm propostas para a retomada do desenvolvimento regional. Acredito que daremos um passo importante no sentido de superar uma crise que já dura quase duas décadas e que teve impactos profundos na economia e afetou a vida de milhares de pessoas”. A declaração foi feita pelo governador da Bahia, Jaques Wagner, durante visita à Exposição Agropecuária de Itapetinga, no último final de semana. Wagner tem participado ativamente da elaboração e efetivação do plano e, nas últimas semanas, teve duas audiências com o Ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, para definir a assinatura de um projeto de ações conjuntas entre os governos Federal e Estadual, para a realização de investimentos e execução de projetos no Sul da Bahia.

“Trata-se de um projeto feito com seriedade, visando a recuperação da lavoura cacaueira e a adoção de programas de diversificação agropecuária, apoio à agroindústria, capacitação profissional, apoio ao associativismo, cooperativismo e agricultura familiar e realização de obras de infra-estrutura”, disse o governador. Ele destacou ainda que o plano também “contempla o equacionamento das dívidas dos produtores e a obtenção de novos créditos”. Jaques Wagner afirmou que “esse projeto não deve ser alvo de exploração política, de oportunismos com interesses eleitorais. Não existe solução mágica e não adianta fazer promessas que não se concretizam. É preciso respeito com o Sul da Bahia, daí o cuidado que temos em apresentar um cronograma viável, com ações a serem executadas a curto, médio e longo prazos”.

Potencialidades

O governador lembrou que o Plano está inserido na proposta de descentralização da atividade econômica, hoje praticamente concentrada na Região Metropolitana de Salvador e Feira de Santana, com a criação de pólos de desenvolvimento no interior do Estado. “É preciso reduzir as desigualdades sociais, através da expansão da economia, aproveitando as potencialidades de cada região. Além do cacau, o Sul da Bahia tem imenso potencial para a produção de biocombustíveis, o turismo e a prestação de serviços”.

“Essa é uma luta de todas as pessoas comprometidas com a recuperação do Sul da Bahia”, disse o Ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, que também esteve em Itapetinga. Ele destacou o empenho na busca de soluções para as dívidas da lavoura cacaueira e ressaltou que “neste momento em que o Governo Federal e o Governo Estadual estão atuando de forma conjunta, serão adotadas medidas que vão permitir o reaquecimento econômico e a melhoria da qualidade de vida da população”. Para Geddel, “estão sendo criadas condições efetivas para que a região possa se reerguer, após um período de grandes dificuldades”.

O secretário de Agricultura, Geraldo Simões, afirmou que “com a execução das ações apontadas no Plano, o Sul da Bahia vai iniciar um novo ciclo de desenvolvimento, sem depender de um único produto e menos vulnerável às crises cíclicas do cacau. Simões também citou a existência de instituições importantes, como a Ceplac e a Uesc, que “podem contribuir na difusão de novas tecnologias em áreas importantes como agricultura, informática e meio-ambiente”. Para o secretário de Agricultura, “o apoio do presidente Lula e do governador Jaques Wagner são fundamentais para que a Região Cacaueira possa viabilizar o projeto que é fruto de um Grupo de Trabalho bastante representativo, formado por entidades governamentais, instituições financeiras, produtores, industriais e trabalhadores”.

O GT reuniu dirigentes dos ministérios da Agricultura, Fazenda e Planejamento, secretarias estaduais do governo da Bahia, Ceplac, Câmara Comercial do Cacau, Comissão Nacional do Cacau, Federação da Agricultura do Estado da Bahia, Associação Brasileira das Indústrias de Cacau, BNDES, Banco do Brasil e Banco do Nordeste.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]