Frei Betto critica falta de políticas públicas elaboradas pelo governo Lula e defende a reforma do sistema político; País precisa de rumo, diz

Em 23 de março de 2007, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa no Palácio do Planalto, durante cerimônia de posse de três novos ministros com Marta Suplicy, no Turismo; Reinhold Stephanes, Agricultura e Walfrido dos Mares Guia, Relações Institucionais.Em 23 de março de 2007, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa no Palácio do Planalto, durante cerimônia de posse de três novos ministros com Marta Suplicy, no Turismo; Reinhold Stephanes, Agricultura e Walfrido dos Mares Guia, Relações Institucionais.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não tem um projeto de nação. A avaliação é do ex-assessor especial da Presidência da República, Frei Betto, que participou ontem, em Porto Alegre, do 20º Fórum da Liberdade. “Eu prefiro o Brasil e a América Latina com Lula do que sem Lula, mas infelizmente é um governo que não tem projeto”, afirma.

O Fórum da Liberdade é organizado pelo Instituto de Estudos Empresariais (IEE) e discute anualmente as idéias liberais e a necessidade de desenvolvimento econômico para o País.

Segundo o ex-assessor, faltam no governo políticas públicas elaboradas. Frei Betto acredita que o Brasil só vai progredir quando tiver instituições políticas fortes, capazes de desenvolver projetos não só a médio e longo prazo, mas também com efeitos imediatos: “O governo trabalha permanentemente no varejo, não no atacado, correndo atrás do prejuízo”.

Para ele, é preciso uma reforma no sistema político brasileiro que funcione como um mecanismo de repressão à corrupção e permita o gerenciamento adequado das políticas de estado. “Não acredito na ética dos políticos, mas acredito na ética da política. Todo mundo é passível de corrupção, mas com uma instituição forte ele acaba rejeitando”, disse.

Além disso, Frei Betto propõe uma aliança entre empresários e Estado para um real desenvolvimento social. A disputa entre os segmentos, de acordo com ele, dificultaria as melhorias sociais.

Outra saída seria o investimento na Educação, que hoje é de 4,1% do Produto Interno Bruto (PIB) e deveria atingir pelo menos 8%. Frei Betto apóia o projeto Todos Pela Educação que prevê a permanência dos estudantes do Ensino Fundamental por oito horas nas escolas. Defende também o ensino pautado pelas diversidades regionais, com as instituições tendo a liberdade de lecionar disciplinas com temáticas individuais de cada região: “Eu não acredito que os pacotes educacionais propostos pelo governo tenham um bom resultado se crianças e adolescentes não ficaram de seis a oito horas nas escolas, ou seja, fora disso teremos o atraso, a delinqüência e a evasão escolar”.

“Eu prefiro o Brasil e a América Latina com Lula do que sem Lula, mas infelizmente é um governo que não tem projeto”

*Com informações de Márcio Falcão.

Em 23 de março de 2007, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa no Palácio do Planalto, durante cerimônia de posse de três novos ministros com Marta Suplicy, no Turismo; Reinhold Stephanes, Agricultura e Walfrido dos Mares Guia, Relações Institucionais.

Em 23 de março de 2007, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa no Palácio do Planalto, durante cerimônia de posse de três novos ministros com Marta Suplicy, no Turismo; Reinhold Stephanes, Agricultura e Walfrido dos Mares Guia, Relações Institucionais.

Em 23 de março de 2007, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa no Palácio do Planalto, durante cerimônia de posse de três novos ministros com Marta Suplicy, no Turismo; Reinhold Stephanes, Agricultura e Walfrido dos Mares Guia, Relações Institucionais.

Em 23 de março de 2007, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursa no Palácio do Planalto, durante cerimônia de posse de três novos ministros com Marta Suplicy, no Turismo; Reinhold Stephanes, Agricultura e Walfrido dos Mares Guia, Relações Institucionais.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]