Feira de Santana: Praças da República e Presidente Médici são ocupadas por barracas; Falta de fiscalização degrada vida na cidade

Vista aérea de trecho de Feira de Santana mostra as praças Presidente Médici e República ocupadas por barracas.Vista aérea de trecho de Feira de Santana mostra as praças Presidente Médici e República ocupadas por barracas.

A desastrosa política de preservação do espaço público é recorrente em Feira de Santana e evidência a falta de responsabilidade e descaso pelo patrimônio público demonstrado pelo governo municipal. Exemplo dessa situação ocorre nas praça da República e Presidente Médici. As praças deveriam ser utilizadas como áreas de lazer, mas estão totalmente ocupadas por barracas, que se proliferam com rapidez nas áreas públicas do centro da cidade. Em relação ao fato, observa-se que o poder público municipal tem mantido a costumeira inércia diante deste grave problema social, que compromete a qualidade de vida da comunidade e a estrutura urbanística da cidade.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]