Secretário do Meio Ambiente da Bahia realiza sobrevoo para monitoramento das manchas de óleo que degradam litoral do estado

Petróleo oriundo de alto-mar degrada bioma do litoral da Bahia.

Petróleo oriundo de alto-mar degrada bioma do litoral da Bahia.

O secretário estadual do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, acompanhou, nesta quarta-feira (16/10/2019), no município de Esplanada, os trabalhos de limpeza das manchas de óleo que atingem o Nordeste do Brasil. Equipes da prefeitura local e do Corpo de Bombeiros fizeram a limpeza na praia de Baixio, com a ajuda da comunidade.

O óleo atingiu também as praias de Guarajuba, Itacimirim e Arembepe, em Camaçari; Praia do Forte, em Mata de São João; Subaúma e Porto do Sauípe, em Entre Rios; Baixio e Mamucabo, em Esplanada; Barra da Siribinha, Barra do Itariri, Sítio do Conde e Poças, no Conde; e Mangue Seco e Coqueiro, em Jandaíra.

João Carlos Oliveira fez um sobrevoo pelas praias do Litoral Norte para ter uma dimensão do derramamento de óleo em outras localidades. “Estamos diariamente buscando soluções para reduzir os impactos desse desastre ambiental. Há 42 dias surgiu a primeira mancha de óleo no Nordeste e, de lá para cá, temos ficado muito nas ações de mitigação dos danos, mas não temos uma solução concreta, quais os responsáveis por esse desastre ecológico”, declarou.

O secretário cobrou um posicionamento do governo federal em relação às medidas preventivas e de contenção das manchas de óleo. “Nós precisamos de ações efetivas do Ministério do Meio Ambiente, do Ibama, pois nossos estuários não podem ficar à mercê desse óleo. São nove estuários aqui no Litoral Norte, são espaços marinhos, de muita riqueza biológica. Temos os nossos mangues que, na verdade, são grandes instrumentos de suporte socioeconômico para quem vive nesses ambientes”, afirmou.

Comando Unificado

Também nesta manhã foi realizada a 5ª reunião técnica do Comando Unificado de Incidentes, na sede do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), para tratar das ações de contenção e limpeza das manchas de óleo que chegaram ao litoral baiano desde o dia 4 de outubro.

A coordenadora de Prevenção e Gestão de Riscos Ambientais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama), Cristiane de Oliveira, apresentou a situação dos estuários do litoral norte baiano sob ameaça ou impactados pelas manchas de óleo. Dos nove estuários classificados, seis deles já apresentaram algum registro de óleo: do Rio Itariri – que apresenta a situação mais crítica; seguido, por ordem de prioridade, pelos estuários dos rios Itapicuru, Subaúma, Pojuca, Imbassaí e Inhambupe. Os outros três estuários vistoriados, dos rios Joanes, Sauípe e Jacuípe, estão em monitoramento.

“É importante ressaltar que as alterações são dinâmicas. A situação apresentada pode mudar, invertendo prioridades e deslocamento de equipes e recursos. Essa classificação é valida para as ações a serem adotadas hoje”, explicou Oliveira.

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) atua com 50 bombeiros militares na ação de limpeza das praias nos municípios de Jandaíra, Conde, Esplanada e Entre Rios. Equipes técnicas do Inema e Ibama revisitaram todas as praias oleadas para verificar a situação após as ações de limpeza.

O coordenador adjunto da Defesa Civil do Estado, Vitor Gantois, informou que já foi efetuada a compra dos equipamentos de proteção individual (EPIs) e ferramentas para disponibilizar aos municípios nas ações de limpeza das praias. Entre os itens adquiridos, estão botas e luvas de PVC, luvas de tecido, fardamento básico, protetor solar, big bags (contêiner industrial feito de tecido flexível que é projetado para armazenar e transportar produtos secos e fluidos) com capacidade de armazenamento de uma tonelada de óleo, entre outros materiais. Esses equipamentos serão distribuídos para os municípios afetados.

Manual e capacitação

O Inema elaborou um manual básico para o manuseio seguro e estocagem temporária dos resíduos de óleo retirados da praia, que irá subsidiar o trabalho das prefeituras municipais. As instruções vão desde a forma correta da coleta do óleo, à prevenção e cuidados no manuseio e armazenagem em local apropriado.

Na sexta-feira (18), técnicos do Ibama realizarão uma oficina de capacitação dos voluntários para a limpeza do óleo, tanto nas praias quanto nos corais, que exige maior expertise na coleta. A capacitação será na Praia do Forte, das 9h às 13h, em local a ser definido. Cada prefeitura dos oito municípios afetados poderá indicar cinco voluntários multiplicadores para participar da capacitação.

O Comando Unificado de Incidentes foi criado a partir de uma articulação institucional feita pela Sema e é composto pelos representantes da Secretaria do Meio Ambiente, Ibama, Inema, Ufba, os Ministérios Públicos Federal e Estadual, Defesa Civil, coordenadores dos planos de área da Baía de Todos-os-Santos e da Baía de Aratu, além dos representações das prefeituras dos municípios afetados.

Governador Rui Costa recebe membros da administração e promove debate sobre medidas para conter e corrigir degradação ambiental decorrente de petróleo que afeta orla marítima da Bahia.

Governador Rui Costa recebe membros da administração e promove debate sobre medidas para conter e corrigir degradação ambiental decorrente de petróleo que afeta orla marítima da Bahia.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]

Notice: Undefined variable: mh_newsdesk_options in /home/jornalgr/public_html/wp-content/themes/mh_newsdesk/comments.php on line 2