Feira de Santana em história: A primeira semana de outubro de 1948 | Por Adilson Simas

Vista parcial do Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura de Feira de Santana.

Vista parcial do Paço Maria Quitéria, sede da Prefeitura de Feira de Santana.

Nestes primeiros dias do mês, vamos voltar no tempo e lembrar o que estava sendo noticiado na cidade na primeira semana de outubro do distante 1948, há 71 anos portanto, tomando como base as publicações da época. (Adilson Simas)

Prefeito da cidade, Aguinaldo Boaventura, acompanhado do secretário da Prefeitura, José Gabriel Castilho, visitou no primeiro dia do mês o distrito de Bom Despacho, hoje conhecido como Jaguara.

Médico do Posto de Higiene, Renato Sá informou pela imprensa que durante o mês findo, no caso setembro, aqui morreram 57 pessoas, sendo 35 do sexo masculino e 22 do sexo feminino.  Informou também que foram realizados 20 casamentos e 17 crianças foram registradas.

Dando prosseguimento ao programa de intercâmbio cultural entre as cidades baianas, alunos do Colégio Santanópolis fizeram excursão a florescente cidade de Cruz das Almas. Na chegada foram recebidos por professores e alunos do Ginásio Alberto Torres e da Escola de Agronomia.

Nomeado pelo Governador Otávio Mangabeira, chegou a esta cidade o coronel Alfredo Coelho de Souza, oficial da Policia Militar. Veio assumir o cargo de Delegado de Polícia do Município, substituindo o capitão Arsênio Alves de Souza.

O cidadão Antônio Ferreira da Silva foi nomeado Juiz de Paz do distrito sede de Feira de Santana. No mesmo ato foram nomeados suplentes Avelino Marques de Cerqueira, Antônio Cipriano Pinto e João Pascoal dos Santos, respectivamente primeiro, segundo e terceiro.

Publicado o Decreto 404 assinado pelo prefeito Aguinaldo Boaventura, nomeando para o cargo de Médico do Matadouro Municipal dr. Honorato Bonfim. O cargo vinha sendo exercido interinamente por Joaquim de Almeida Couto, devido a morte do titular Pedro Américo de Brito.

A senhorita Elza Tavares de Souza foi nomeada pela Portaria 34, para responder pela regência da Escola Municipal da Fazenda Primavera, no distrito de Pacatu. Vale frisar que Pacatu virou o Município de Santa Bárbara.

Contador da Prefeitura, Augusto Vital Graça teve prorrogado por mais um ano seu pedido de licença sem vencimentos, para tratar de interesses particulares. A licença foi renovada pela Portaria nº 35, assinada pelo prefeito Aguinaldo Boaventura e o secretário João Gabriel Castilho.

Maria Luiza Gomes, Epaminondas Reis e Laudelino Pedreira, este último irmão de Zé Coió, comunicaram pela imprensa que estavam com Escritório de Contabilidade funcionando na sala nº 1 do 1º andar do Edifício Pires.

Manuel Marques, avó de Carlos Marques, da Galeria Carmac publicou anúncio informando que executa com perfeição e presteza banhos de níquel, prata, oxido, ouro e bronze em armas de fogo, bicicletas, peças de máquinas de costura, instrumentos musicais e alfaias de igreja. Sua oficina Galvânica ficava na Praça João Pedreira, nº 1.

Aberta no salão nobre da prefeitura a exposição de peças de enxoval habilmente confeccionadas pela Senhorita Nair Saback. Segundo nota publicada na imprensa “Não há palavras que possam exprimir a delicadeza e o fino acabamento dos trabalhos, atraindo nosso mundo feminino”.

O Rotary realizou sua sessão semanal na residência de Clovis Lima que ao lado da esposa Beatriz recebeu todos os rotarianos. A mudança de local foi em homenagem ao próprio Clovis Lima, que estava aniversariando. Dival Pitombo, Armando Oliveira e Áureo Filho, foram alguns dos oradores.

Aprovada pela câmara e sancionada pelo chefe do poder executivo, a Lei 17, abrindo crédito especial de 19 mil e 800 cruzeiros, para pagamento de vencimentos de pessoal do quadro da Secretaria da Câmara de Vereadores.

Os vereadores Edelvito Campello, Almachio Boaventura e Demócrito Soares, assinaram a Resolução 4, abrindo credito especial de 25 mil cruzeiros, para a aquisição de material permanente, publicações oficiais e despesas diversas da Secretaria da Câmara Municipal.

Dermeval Ramos da Silva colocou à venda na Rua do Fogo, 9, uma casa de sua propriedade boa para residência e com ótimo ponto para comércio. Na nota ele informa que os interessados devem procurá-lo no Armazém Santa Catarina, de Homero Falcão de Carvalho, na Praça João Pedreira, nº 22.

Osvaldo Cruz inaugurou no abrigo da Praça da Bandeira uma filial de “O Rápido”, para a venda de revistas, jornais, figurinos, álbuns bordados, tendo ainda como novidade uma parte exclusiva para a venda de gelados. Entre eles, coco mole, Coca Cola e Gasosa.

Fechando o primeiro turno do campeonato feirense de futebol, o Bahia abateu o Esporte Clube Floresta pelo alto escore de 7×0, gols de Mário Porto (4), Alegre (2) e Juvenal (1). Segundo o noticiário, Mario Porto fez jogadas impressionantes, burlando várias vezes o zagueiro Pedro Fubá.

Ainda sobre futebol, o Asilo N. S. de Lourdes e a LFDT fizeram concurso para a escolha do craque mais querido do futebol feirense. Na primeira parcial Mario Porto – 162 votos, Iôiô 152, Tote 102, Mosquitinho 50, Helio Brasileiro 29, Germiro 13, Lindú 12, Nenéu e Joel Magno, 8 cada.

*Adilson Simas, jornalista, atua em Feira de Santana.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]