Operação Injusta Causa: Polícia Federal investiga supostas vendas de decisões judiciais na Bahia no âmbito da Justiça do Trabalho

Superior Tribunal de Justiça autorizou Operação ‘Injusta Causa’. Segundo site Bahia Notícias, operação envolve magistrados membros da Justiça do Trabalho da Bahia.

Superior Tribunal de Justiça autorizou Operação ‘Injusta Causa’. Segundo site Bahia Notícias, operação envolve magistrados membros da Justiça do Trabalho da Bahia.

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (11/09/20/19), a Operação ‘Injusta Causa’, com o objetivo de desarticular possível esquema criminoso identificado no Estado da Bahia, voltado a venda de decisões judiciais e tráfico de influência no âmbito da Justiça do Trabalho.

Cerca de 50 policiais federais, acompanhados de cinco procuradores da República, cumprem 11 mandados de busca e apreensão em órgão público, escritório de advocacia e nas residências dos investigados.

Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça e têm por objetivo localizar e apreender provas complementares dos crimes praticados.

Possíveis investigados

Segundo o site Bahia Notícias, “são investigados os desembargadores Norberto Frerichs, Adna Aguiar, Pires Ribeiro e Esequias Oliveira. O quarteto é alvo também de uma reclamação na Corregedoria Nacional de Justiça (CNJ). Além deles, o juiz Thiago Barbosa de Andrade também é investigado”.

“Não tenho ciência do que está sendo tratado. Estou indo para lá agora. Não posso nem falar. Não tenho como falar”, afirmou a juíza Cecília Pontes, que é presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho na Bahia (Amatra-BA), em entrevista ao Bahia Notícias.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]