Espetáculo África em Nós leva discussão sobre racismo ao Centro Cultural Plataforma, em Salvador

Cena do espetáculo África em Nós.

Cena do espetáculo África em Nós.

África em Nós relembra a barbárie da escravidão do século XVI para tratar do racismo da atualidade. Vai ao passado mostrar o navio negreiro, o quilombo, a resistência e luta pela liberdade, e volta ao presente para denunciar o racismo. De autoria do Coletivo Pé de Poeta, o espetáculo lança mão de técnicas do Teatro do Oprimido para reconstruir as cenas, convidando o público a entrar na história na pele dos personagens e mudar os acontecimentos. O espetáculo terá duas apresentações no Centro Cultural Plataforma, em Salvador nos dias 6 e 7 de setembro de 2019, às 19 horas, com acesso gratuito. O Coletivo também realizará duas oficinas gratuitas.

Além de ter como base o Teatro do Oprimido do teatrólogo brasileiro Augusto Boal, também são utilizados como instrumentos de criação e encenação a dança Laban, dança afro, movimentos referenciados nos orixás do candomblé e na capoeira. Poesias construídas coletivamente também fazem parte do repertório criativo, fundamentado na formação política e nos estudos de história – especificamente, aquela que não é contada na escola.

Oficinas

O Coletivo Pé de Poeta realizará duas oficinas gratuitas, uma na sexta-feira e outra no sábado, das 14h às 16h, sobre o Teatro do Oprimido e Corporeidade Negra. O único pré-requisito para participar das oficinas é ter, no mínimo, 14 anos.

Coletivo Pé de Poeta de Teatro da/o Oprimida/o – É formado por jovens e adolescentes dos bairros de Itinga, e Centro de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador. Baseado no Teatro da/do Oprimida/do, método desenvolvido por Augusto Boal, pretende e entende que a transformação da sua comunidade virá através da arte. Encenando seu próprio cotidiano, e propondo ao público que traga novas possibilidades de combate às opressões, o grupo tenta criar novos conceitos de participação na sociedade e de construções coletivas.

Espaços Culturais da SecultBA

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), e localizados em diversos Territórios de Identidade. Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

Agenda

O que: Espetáculo África em Nós

Quando: 6 e 7 de setembro, às 19 horas

Onde: Centro Cultural Plataforma

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]