ADAB traz pesquisadora para atualizar técnicos sobre nova praga do coco

Atrofia Letal da Coroa do Coqueiro é tema de palestra da ADAB.

Atrofia Letal da Coroa do Coqueiro é tema de palestra da ADAB.

Com o objetivo de realizar o monitoramento da Atrofia Letal da Coroa do Coqueiro, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB) trouxe a Salvador nessa segunda (23/09/2019), a pesquisadora da Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju-SE), Dra Dulce Warwick, para atualizar técnicos e especialistas do segmento, através de uma palestra sobre a nova praga que destrói os coqueirais. A partir do evento, uma equipe se deslocou da sede da autarquia em Ondina com destino a Una, no sul da Bahia, para o monitoramento da doença, sob a orientação da estudiosa que atua em Sergipe.

“A iniciativa da ADAB em sair na frente para discutir a anomalia é um sinal muito importante porque mostra que a agência baiana está alerta para a defesa fitossanitária. Esse é o verdadeiro papel das Agências de Defesa Agropecuária”, destacou Dulce Warwick, uma das poucas especialistas da praga que ameaça a produção de cocos.

Para o diretor-geral da ADAB, Maurício Bacelar, incentivar o monitoramento é fundamental. “Passamos a acompanhar possíveis sinais da anomalia e estamos subsidiando as equipes para atuar no controle da Atrofia Letal da Coroa do Coqueiro”, disse.

A Bahia é o principal produtor de coco do Brasil e para manter esse status, a ADAB investe na prevenção. “Apesar de poucas informações sobre a praga, identificamos que existe possibilidade do controle da praga com uma forte adubação aplicada no início dos sintomas”, declarou o Coordenador Fitossanitário do Coco, Dr.Antônio Bergemann Oliva.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]