Vereadores criticam proposta do Governo Estadual de construir presídio em Feira de Santana

Cadmiel Pereira: o governador não manda um secretário para tratar com as lideranças; cadê os empregos para Feira? É muita corrupção, nem sei como Palocci ainda está vivo, porque quem denuncia o PT sempre morre.

Cadmiel Pereira: o governador não manda um secretário para tratar com as lideranças; cadê os empregos para Feira? É muita corrupção, nem sei como Palocci ainda está vivo, porque quem denuncia o PT sempre morre.

Vereadores criticaram proposta anunciada pelo Governo do Estado de construção de construir um presídio onde funcionava a Fundação de Apoio ao Menor de Feira de Santana, durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Feira de Santana desta segunda-feira (12/08/2019).

Cadmiel Pereira tece críticas ao Governo da Bahia

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta segunda-feira (12/08/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) teceu críticas ao Governo do Estado e lembrou que o Governo Municipal tem trabalhado em prol do crescimento e desenvolvimento de Feira de Santana.

“Feira de Santana para o governador do PT é nada. Ele tem a cara de pau de apresentar a proposta de construir um presídio na cidade. Mas, o soldado Prisco denunciou o governador na lei de responsabilidade fiscal: o governador praticou a pedalada fiscal. Agora, terá que prestar contas”, pontuou Cadmiel.

E continuou. “Cadê o segundo HGCA? O aeroporto? O Centro de Convenções? O término das obras da Lagoa Grande? Agora, vem com a proposta infame e medíocre de construir aqui um presídio. O governador não manda um secretário para tratar com as lideranças; cadê os empregos para Feira? É muita corrupção, nem sei como Palocci ainda está vivo, porque quem denuncia o PT sempre morre”, disse.

Para Cadmiel, Feira de Santana tem um grande líder. “E se chama José Ronaldo de Carvalho. A cidade tem finanças sadias, folha de pagamento em dias, mas sofre boicote do PT. Quando foi para construir o BRT apareceram vários ecologistas e agora sumiram. As forças malignas do PT só agem contra o povo de Feira. O Município vai arrumar o centro da cidade porque o povo quer e precisa. O advogado não é de associação não, é dos caras de pau. Ninguém responde sobre a regulação do HGCA, com pais de família morrendo. Quantos mais vão morrer? Uma policlínica que não atende ninguém de Feira. O governador sepultou a história da Cerb. Não tem uma semente, trator, agricultura familiar, não tem nada do PT em Feira, mas ficam criando factoides”, afirmou.

Segundo o vereador, é preciso que a oposição dialogue com o Governo Municipal. “Parem de mi mi mi, sentem, dialoguem, parem de ficar agindo por trás. Vem uma associação de fora, ganham uma liminar para explorar o transporte e dizem que foi permitido. O prefeito foi com o secretário a Salvador para resolver. Deram a notícia, mas não disseram que prefeito foi a Salvador resolver. Quem atrasa Feira é o PT, quem não gosta de Feira é Rui Costa.  Façam seus papéis”, sugeriu.

Em aparte, o vereador e líder do Governo na Casa, Marcos Lima (Patriota), esclareceu que foi realizado em Feira uma seleção simplificada para o Conselho Tutelar e não um concurso público. “Vejam como Tourinho trabalha para enganar o povo: a prova realizada para o Conselho Tutelar foi uma seleção simplificada e não um concurso público. Ele disse que era concurso para dá uma conotação maior à sua fala. A seleção foi feita por uma empresa que venceu a licitação e a Prefeitura não tem como saber a prova que será aplicada, não tem como ter acesso a esse tipo de informação. Isso tem nome, mas não vou dizer agora. Tourinho quer enganar as pessoas. Qualquer pessoa que participou da seleção pode entrar com recurso, se desejar”, garantiu Marcos.

Para finalizar, Cadmiel disse acreditar que o prefeito tem trabalhado pela cidade. “Prefeito, acredito em sua seriedade e o Shopping Popular é de Feira, de uma cidade que pede organização no centro. São comerciantes e camelôs trabalhando para o sustento de suas famílias”, findou.

Edvaldo Lima repudia proposta do Governo Estadual

A proposta do Governo Estadual de construir um presídio onde funcionava a Fundação de Apoio ao Menor de Feira de Santana (FAMFS) foi repudiada pelo vereador Edvaldo Lima (PP) durante a sessão ordinária desta segunda-feira (12/08/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana.

O parlamentar afirmou estar preocupado com a postura do governador da Bahia Rui Costa (PT) e rejeitou a proposta da construção de uma nova penitenciária na cidade. “Nós precisamos de hospitais, precisamos de policlínicas estruturadas, nós precisamos de educação, governador. Não traga presídio para Feira de Santana”, clamou.

Em aparte, o edil Isaías de Diogo (PDT) aprovou seu discurso e o complementou pedindo a revitalização da FAMFS.

Edvaldo Lima finalizou enfatizando a importância da Fundação para os jovens da cidade, concordando com o posicionamento do prefeito Colbert Martins em não autorizar a construção da penitenciária.

Luiz Augusto se opõe a construção de nova penitenciária

O vereador Luiz Augusto de Jesus (DEM) utilizou o seu tempo na tribuna para rebater a proposta do Governo Estadual sobre a construção de um presídio no espaço da Fundação de Apoio ao Menor de Feira de Santana (FAMFS).

Luz Augusto parabenizou o prefeito Colbert Martins por não consentir na construção de uma nova penitenciária na cidade e solicitou mais ações do Governo do Estado. “O que nós precisamos em Feira de Santana é o nosso Centro de Convenções; é de saúde – acabar com essa bendita regulação que está matando o povo – com a construção de um grande hospital para Feira de Santana pelo Governo do Estado, e não um puxadinho para ficar sendo comandado pelo Clériston Andrade; nós precisamos de um grande aeroporto para o porte de Feira de Santana”, reivindicou.

O parlamentar também utilizou o seu tempo para divulgar a sessão solene que ocorrerá na noite desta segunda, na Câmara Municipal, em homenagem ao Dia do Advogado. “É importante nessa sessão a gente falar daqueles que defendem a causa pública em vários segmentos, que são a classe de advogados de Feira de Santana da Bahia e do Brasil”, finalizou.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]