Reportagem de capa do Jornal Folha do Estado destaca investigação da deputada Dayane Pimentel e de Alberto Pimentel por possível porte e uso ilegal de armamento

Capa do Jornal Folha do Estado destaca investigação de Dayane Pimentel (PSL-BA) e Alberto Pimentel por possível uso ilegal de armamento.

Capa do Jornal Folha do Estado destaca investigação de Dayane Pimentel (PSL-BA) e Alberto Pimentel por possível uso ilegal de armamento.

O Jornal Folha do Estado publicou ampla reportagem de capa, nesta sexta-feira (05/07/2019), com título ‘Deputada feirense e marido secretário serão investigados por uso de armas’, em que informa sobre a investigação realizada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), através de inquérito aberto pela Polícia Civil, com a finalidade de anlisar se a deputada federal Dayane Pimentel (PSL-BA) e o marido Alberto Pimentel, o secretário de Trabalho, Esporte e Lazer de Salvador, cometeram crime em decorrência de uso de arma de fogo de grosso calibre.

A determinação foi dada após a SSP receber um ofício, encaminhado na quarta-feira (04/07) por vereadores de Salvador, em que alegam que o secretário e a mulher incitaram uso de armas de fogo, fazendo apologia a violência.

A Câmara Municipal de Salvador (CMS) informou que, além do ofício, vereadores também protocolaram uma representação criminal junto ao Ministério Público da Bahia (MPBA) para que apure o caso.

Os documentos foram assinados pelos vereadores José Trindade (sem partido), Carlos Muniz e Sidninho, ambos do Podemos.

Remake do filme

As postagens de imagens portando armas de fogo foram feitas pelos próprios políticos, nas redes sociais Instagram e Facebook. As imagens protagonizada pelos bolsonaristas lembram cenas do filme estadunidense Bonnie e Clyde, de 1967, dirigido por Arthur Penn.

Análise da denúncia

A SSP informou por meio de nota que, caso haja alguma irregularidade, tomará providências.

“A SSP determinou que a Polícia Civil investigue o caso. Havendo irregularidades, as providências serão adotadas”, informa nota do órgão.

Parlamentar e marido contestam

A deputada federal Professora Dayane Pimentel e o marido, o secretário Alberto Pimentel, disseram, por meio de nota, que, a respeito das fotos publicadas nas redes sociais, “tratou-se exclusivamente de um ensaio fotográfico que serviu de base para enfatizar seu posicionamento em defesa ao porte e/ou à posse de armas para a legítima defesa de cidadãos de bem”.

Ainda segundo eles, as armas utilizadas não estavam municiadas e que nenhum tiro foi disparado durante a realização da sessão de fotos.

Política da violência

As postagens foram feitas pelo casal de políticos bolsonaristas na mesma semana em que o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) revogoi dois decretos que facilitavam o porte de armas de fogo, assinados em maio de 2019. No lugar, o presidente enviou ao Congresso Nacional Projeto de Lei sobre o mesmo tema.

*Com informações do G1 e Folha do Estado.

Deputada Dayane Pimentel e o marido Alberto Pimentel fazem apologia ao uso de armas. Cenas protagonizada pelo casal de políticos lembram cenas do filme Bonnie e Clyde.

Deputada Dayane Pimentel e o marido Alberto Pimentel fazem apologia ao uso de armas. Cenas protagonizada pelo casal de políticos lembram cenas do filme Bonnie e Clyde.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).