Jornal Nacional apresenta síntese das reportagens da Veja e Intercept sobre novas evidências de conluio entre Sérgio Moro e membros do MPF; Violação ao Estado de Direito degrada instituições

William Bonner e Renata Vasconcellos abordam — nesta sexta-feira (05/07/2019), no Jornal Nacional — síntese das reportagens veiculadas pela Revista Veja e The Intercept que revelam conluio entre Sérgio Moro e membros do MPF. A espúria relação estabelecida viola o Estado de Direito.

William Bonner e Renata Vasconcellos abordam — nesta sexta-feira (05/07/2019), no Jornal Nacional — síntese das reportagens veiculadas pela Revista Veja e The Intercept que revelam conluio entre Sérgio Moro e membros do MPF. A espúria relação estabelecida viola o Estado de Direito.

A revista Veja, em parceria com o site The Intercept, divulgou nesta sexta-feira (05/07/2019) novos diálogos atribuídos ao, à época, juiz Sergio Moro atual ministro da Justiça e Segurança Pública do Governo Bolsonaro e procuradores da República, membros da força-tarefa do Caso Lava Jato.

O Jornal Nacional, programa veiculado pela Rede Globo, produziu e divulgou, na sexta-feira (5), três matérias sobre os indícios de violação do Estado Democrático de Direito protagonizado pelos envolvidos.

A primeira matéria — com título ‘Supostas conversas sugerem que Moro orientou Dallagnol a anexar prova em processo’ — é uma síntese do evidente conluio estabelecido entre o, à época, membro do Poder Judiciário e os membros do Ministério Público Federal revelados pelas reportagens de Veja e do The Intercept.

As outras duas matérias — com títulos ‘Ministro Sergio Moro contesta teor da reportagem de revista’ e ‘Força-tarefa da Lava Jato diz que acusações contradizem fatos públicos’ — são relatos das frágeis contestações dos envolvidos em atos cuja materialidade aponta para prática criminal.

A apresentação das matérias foram feitas por William Bonner e Renata Vasconcellos.

Confira vídeo

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).