Feira de Santana: FUNTITEC presta homenagem póstuma à José Henrique Motté; Na oportunidade, outras personalidades serão homenageadas

Produtor cultural José Henrique Motté e a atriz Elizete Destéffani durante viagem à São Paulo, em 2018.

Produtor cultural José Henrique Motté e a atriz Elizete Destéffani durante viagem à São Paulo, em 2018.

A Fundação Municipal de Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa (FUNTITEC) está comemorando seu décimo quarto aniversário. A cerimônia acontece nessa quarta-feira (17/07/2019), com horário de início marcado para às 19 horas, no Museu de Arte Contemporânea Raimundo Oliveira. Um dos objetivos nesta comemoração é valorizar e homenagear personalidades que cresceram junto com os programas da instituição e em contrapartida fizeram a autarquia da Prefeitura de Feira de Santana ampliar e inovar os seus projetos.

Na programação estão inclusas a homenagem à 15 personalidades feirenses que prestam relevantes serviços à cultura; Entrega dos CD’s para participantes dos Festivais Metropolitanos de Música Gospel e Vozes da Terra. A atração musical será a feirense Rachel Reis.

Na oportunidade serão homenageados: Prefeito Colbert Martins; José Henrique Motté (homenagem Póstuma); Jornalista José Carlos Machado Pereira – Zé Coió; Ronaldo Santos Ferreira – Ronny santini; José Pereira dos Santos; Cármem Lúcia Oliveira Pires – Membro da Academia de Cultura da Bahia, Jailson de Jesus; Maristela Lima Montes – Coreografia e professora de ballet; Pedro Adriano Silva Lima; Vamilton Conceição Pereira dos Santos – Val Conceição; Djalma Ferreira; Edson Felloni Borges, Arcebispo Emérito Dom Itamar Vian, Thaise Oliveira Peixoto Craddocka e Ester Bahia – garota que teve como tema do seu aniversário a heroína Maria Quitéria.

Homenagem póstuma a José Henrique Rodrigues Motté

A homenagem póstuma a José Henrique Rodrigues Motté, Diretor administrativo e de Produção da Cia. Cuca de Teatro, falecido no dia 28 de maio de 2019, é o reconhecimento a esse grande profissional pelo relevante trabalho prestado a cultura em Feira de Santana. Formado em Química Industrial pela Universidade Federal Fluminense – Niterói – RJ com Especialização em Gestão de Empresas, Elaboração de Projetos culturais, Captação de recursos, Prestação de contas e Produção cultural. Henrique Motté, como era chamado pelos amigos, durante mais de 20 anos trabalhou junto a sua esposa, a produtora cultural Elizete Destéffani. Deixa seu legado na cultura para a esposa, filhos e o grupo Cia Cuca de Teatro que darão continuidade aos grandes projetos de estímulo e difusão do teatro e do circo em Feira de Santana: Domingo Tem Teatro, FENATIFS – Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana, Fantasia Um Caminho na Educação e Cultura Mais Circo.

Desde 1998, quando a Companhia despontava no cenário feirense, Motté foi grande incentivador e colaborador dos primeiros voos do grupo. Responsável direto pela institucionalização da Cia. Cuca de Teatro em 2006, assumiu a função de Presidente da Cooperativa de Teatro para a Infância e Juventude da Bahia de 2006 a maio de 2019. Para o grupo, e todos os amigos e pessoas que conviveram ou tiveram a oportunidade de conhecer um pouco de Henrique, ele é e sempre será o Patrono da cooperativa, o Mestre e guardião dos cooperados. “Henrique continuará presente em nossos trabalhos, a missão que ora assumimos com ainda mais afinco e responsabilidade só nos enriquece e muito nos honra” – Salienta Elizete Destéffani-Motté parceira no trabalho e esposa por 28 anos.

Natural de Cachoeiro de Itapemirim- ES, José Henrique Rodrigues Motté teve dois filhos, Henrique Zardo Motté, de 26 anos que já segue os caminhos do pai na produção e direção administrativa e Davi Zardo Motté, de 13 anos.

Conforme o presidente da FUNTITEC, Antônio Carlos Coelho, a iniciativa de prestar homenagens às pessoas e seus relevantes serviços vem da necessidade de ampliar o olhar cultural da cidade, e mostrar que sem a ajuda do feirense, a cultura não se fortalece. “Em todo período festivo da Fundação prestamos homenagens. Entendo que devemos incentivar toda e qualquer manifestação cultural. As homenagens é o reconhecimento que fazemos àqueles que fazem a nossa cidade crescer e ter visibilidade dentro e fora do Município”, afirma.

A Fundação Municipal de Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa é uma administração descentralizada da Prefeitura de Feira de Santana com ampla atuação em todo o município.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]jornalgrandebahia.com.br