Encontro de Gestores e Monitores do NEOJIBA fortalece prática musical coletiva na Bahia

VI Encontro de Gestores e de Monitores de Orquestras foi promovido PROCEC, e contou com a participação do NEOJIBA e da SJDHDS.

VI Encontro de Gestores e de Monitores de Orquestras foi promovido PROCEC, e contou com a participação do NEOJIBA e da SJDHDS.

Incentivar o ensino da prática musical coletiva em todo o Estado da Bahia.  Essa é a principal estratégia do VI Encontro de Gestores e de Monitores de Orquestras, promovido pelo Programa de Capacitação em Ensino Musical Coletivo (Procec), com a participação e apoio do Núcleo de Orquestras Infantis e Juvenis da Bahia (Neojiba), programa da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS). A ação ocorreu nesta sexta-feira (19/07/2019), no Centro de Formação Casa Itamar Viana, em Feira de Santana.

O secretário de Justiça Social, Carlos Martins, participou do encontro que reuniu 31 gestores da Rede de Projetos de Prática Musical, vinculados ao Neojiba, e 40 monitores – jovens multiplicadores do Procec-, de 30 cidades de 15 territórios de identidade do Estao.

“É um encontro de três dias de fomento ao intercâmbio de experiências exitosas em prática musical, que usa a metodologia do programa Neojiba para o ensino e aprendizagem entre gestores e monitores. Por isso, continuo afirmando que essa política pública social, chamada Neojiba, é um dos instrumentos mais eficazes do Brasil,no que se refere  a transformação de vidas através da música” , declarou o secretário.

Na oportunidade, Carlos Martins ainda reforçou que mais ações de promoção ao eixo social,  por meio da música, estão sendo feitas, a exemplo da inauguração recente da nova sede do Neojiba, no Parque do Queimado, em Salvador.

A jovem Bianca Santana, de 18 anos, participa pelo segundo ano consecutivo como monitora do Procec. Ela, que veio de Santa Cruz Cabrália, afirma que o Encontro de Gestores e Monitores “é uma oportunidade maravilhosa que contribui para o nosso aprendizado e para o nosso futuro na música, que é o grande sonho de todos que estão aqui”, disse.

Além da metodologia, os monitores recebem uma bolsa para ajuda de custo, apoio dado pelo Governo da Bahia, através do Neojiba. Após a capacitação, os monitores tornam-se multiplicadores da metodologia Neojiba em projetos, núcleos, orquestras e corais de instituições independentes e localizados nos mais diversos pontos do Estado.

O encontro foi gerido pelo coordenador da Rede de Projetos, Adriano Cence e contou, também, com a presença de Ana Vilas Boas, coordenadora do Programa Neojiba na SJDHDS. O evento segue até sábado (20).

Visita a sede do Neojiba de Feira – Na oportunidade, o secretário Carlos Martins visitou a sede do Neojiba de Feira de Santana, o núcleo Antônio Gasparini, situado no Centro Social Urbano (CSU), equipamento também gerido pela SJDHDS. O núcleo integra 150 participantes, com idade mínima a partir dos 06 anos, que aprendem instrumentos como Xilofone, Violinos, Violoncelo, Piano, entre outros, e práticas de coro e orquestras.  A visita foi guiada pela coordenadora do núcleo Carolina Abreu e pelo coordenador do CSU, José Rocha.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]