Em visita à Bahia, presidente Jair Bolsonaro evita contato com povo; Filha de Glauber Rocha cancela participação na inauguração do Aeroporto de Vitória da Conquista

Jair Bolsonaro (PSL-RJ), presidente da República, é persona non grata no Nordeste.

Jair Bolsonaro (PSL-RJ), presidente da República, é persona non grata no Nordeste.

Em sua primeira visita ao Nordeste após destilar preconceito contra a região, Jair Bolsonaro (PSL) chega nesta terça-feira (23/07/2019) à Vitória da Conquista, na Bahia, sob forte esquema de segurança, para inaugurar o Aeroporto Glauber Rocha.

O evento será fechado com tapumes, sem a presença da população e da filha do cineasta, Paloma Rocha, que cancelou sua participação após a série de ataques de Bolsonaro ao povo nordestino.

O governador baiano, Rui Costa (PT), também não estará presente. “Não esperava na vida ver um presidente falar tanta baixaria”, disse Rui Costa, que teve o avião proibido de pousar no aeroporto, sobre as declarações de Bolsonaro.

“Ele acha que governar é arrumar briga. Tem sido um frasista infeliz e um presidente deplorável. Só destila preconceito e ódio”, disse o senador Jaques Wagner (PT-BA).

Preconceito e mentiras

Após sua fala preconceituosa contra os nordestinos, tentou se justificar neste domingo (21) com uma postagem no Twitter. O capitão da reserva, no entanto, fingiu que não utilizou o termo “paraíba” de forma pejorativa e aproveitou para atacar o general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva.

“‘Daqueles GOVERNADORES… o pior é o do Maranhão’. Foi o que falei reservadamente para um ministro. NENHUMA crítica ao povo nordestino, meus irmãos. Mas o melhor de tudo foi ver um único general, Luiz Rocha Paiva, se aliar ao PCdoB de Flávio Dino, p/ me chamar de antipatriótico”, escreveu Bolsonaro, mentindo sobre a verdadeira declaração, dada em um café da manhã com jornalistas na sexta-feira (19), que foi: “Daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão”.

Em vídeo divulgado pelo Twitter “Museu da Direita Histérica”, Bolsonaro aparece mais uma vez transparecendo preconceitos contra a população do Nordeste. Após áudio em que chama nordestinos de “paraíba”, ele debochou de assessor.

Bolsonaro se dirige ao assessor que está ao seu lado como “pau de arara” e complementa “Com essa cabeça, tu não nega, não”, rindo em seguida.

“Como um presidente brinca com o tamanho da cabeça de um ministro para dizer que ele pode ser do Nordeste?”, declarou Rui Costa.

Prefeito de Vitória da Conquista apoia Bolsonaro e desrespeita povo da Bahia e do Nordeste

O presidente da República, Jair Bolsonaro, proibiu, por meio da Agência Nacional de Aviação (Anac), o pouso da aeronave oficial do governador baiano, Rui Costa, no Aeroporto Glauber Rocha, que será inaugurado nesta terça-feira (23), em Vitória da Conquista (BA). A aeronave levaria Rui Costa, mas o petista já tinha decidido não ir mais à cerimônia, devido às declarações dadas por Bolsonaro contra o Nordeste.

O evento será fechado para convidados e não contará com autoridades, como prefeitos, deputados de partidos de oposição ao governo federal, e membros da população. Tapumes foram colocados nos arredores do aeroporto para que não haja participação popular no local. Movimentos sociais prometem uma série de manifestações durante todo o dia na cidade do interior baiano.

O vetusto prefeito Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, que é aliada ao governo Bolsonaro, retirou da cidade as placas que indicavam a participação da administração estadual nas obras do novo aeroporto. O governo da Bahia foi responsável por 30% das verbas para construção.

Com o gesto, Herzem Gusmão desrespeita o povo da Bahia e do Nordeste e demonstra o baixo nível de formação moral que detém.

*Com informações da Revista Fórum.

Confira vídeo sobre a obra

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]