Deve chover até domingo em área da barragem do Quati, na região do município de Pedro Alexandre

Vista aérea da Barragem do Quati, situada no município de Pedro Alexandre.

Vista aérea da barragem do Quati, situada no município de Pedro Alexandre.

Deve chover no nordeste baiano, próximo à divisa com Sergipe, cair até domingo (14/07/2019), dificultando o escoamento das águas que inundam desde quinta-feira (11) o município de Coronel João Sá, onde 500 pessoas estão desalojadas após o transbordamento e o rompimento da barragem Quati, no rio do Peixe.

A informação sobre previsão do tempo é do secretário de Comunicação de Coronel João, Valdomiro da Conceição Jr. Segundo o secretário, “o problema é o transtorno que causa. A chuva não para. Fica difícil o trabalho dos bombeiros e da Defesa Civil”.

De acordo com o governo da Bahia, a barragem foi construída pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional e entregue em novembro de 2000 à Associação de Moradores da Comunidade de Quati.

A barragem forma açude de multiuso, inclusive abastecimento e irrigação na época da seca. Segundo o secretário Valodomiro Jr, a barragem tinha cerca de 200 metros de largura e 20 metros de profundidade.

Por falta de informações dos órgãos estaduais, a obra não consta da última edição do Relatório de Segurança de Barragens da Agência Nacional de Águas. Segundo o documento, “não há nenhum ato de autorização, outorga ou licenciamento em 42% das barragens [de todo o país], e em 76% dos casos não está definido se a barragem é ou não submetida à PNSB [Política Nacional de Segurança de Barragens] por falta de informação”.

O município iniciou campanha pedindo doações por meio de depósito no Banco do Brasil (agência 3913-6; conta-corrente 16.000-8). O CNPJ do município, necessário para transferências a partir de outros bancos, é 14.215.818/0001-36.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]