Um em cada seis idosos é vítima de abuso

Idosa pede comida em assentamento para pessoas deslocadas em Dinsor, na Somália.

Idosa pede comida em assentamento para pessoas deslocadas em Dinsor, na Somália.

Dia Mundial da Conscientização da Violência contra as Pessoas Idosas é marcado a 15 de junho; número de pessoas com mais de 60 anos deve passar dos 900 milhões em 2015 para cerca de 2 bilhões em 2050.

Praticamente todos os países devem ter um crescimento substancial no número de idosos entre 2015 e 2030, e esse crescimento será mais rápido nas regiões em desenvolvimento.

O alerta é da ONU, no Dia Mundial da Conscientização da Violência contra as Pessoas Idosas, marcado este sábado (15/06/2019). A organização diz que porque o número de pessoas na terceira idade está aumentando, a quantidade de abuso de idosos pode crescer.

Importância

As Nações Unidas afirmam que, embora o tema do abuso de idosos tenha começado a ganhar visibilidade em todo o mundo, continua “sendo um dos tipos de violência menos investigados em pesquisas nacionais e um dos menos abordados em planos de ação nacionais.”

Segundo a organização, a violência contra pessoas da chamada terceira idade “é uma questão social global que afeta a saúde e os direitos humanos de milhões de pessoas idosas em todo o mundo, e uma questão que merece a atenção da comunidade internacional.”

Sobre a data aprovada pela Assembleia Geral, a ONU diz que “este é o único dia do ano em que o mundo inteiro manifesta sua oposição ao abuso e sofrimento infligido a algumas de nossas gerações mais velhas.”

Realidade

Cerca de uma em cada seis pessoas mais velhas experimentam algum tipo de abuso, um número mais alto do que o estimado anteriormente. O número deve aumentar à medida que as populações envelhecem em todo o mundo.

As taxas de abuso podem ser mais altas para os idosos que vivem em instituições do que na comunidade. O abuso pode levar a lesões físicas graves e consequências psicológicas de longo prazo.

O total de pessoas com 60 anos ou mais pode duplicar nas próximas três décadas, passando de 900 milhões em 2015 para cerca de 2 bilhões em 2050.

Praticamente todos os países devem ter um crescimento substancial no número de idosos entre 2015 e 2030 e esse crescimento será mais rápido nas regiões em desenvolvimento.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]