Papa Francisco pede perdão por maus tratos históricos contra ciganos

Em nome da Igreja Católica, o Papa Francisco pediu perdão pelos maus tratos contra ciganos.

Em nome da Igreja Católica, o Papa Francisco pediu perdão pelos maus tratos contra ciganos.

O papa Francisco pediu perdão neste domingo (02/06/2019) em nome da Igreja Católica pelos maus tratos contra ciganos, uma medida que deve aumentar as tensões com o ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, que é contrário à imigração.

Francisco fez o comentário durante um encontro com ciganos no último evento de sua viagem de três dias à Romênia, dizendo que seu coração ficou “pesado” com o encontro.

“Ele fica pesado pelas muitas experiências de discriminação, segregação e maus tratos vividas por suas comunidades. A história nos conta que cristãos também, incluindo católicos, não são estranhos a tal maldade”, disse ele.

Com uma população estimada entre 10 e 12 milhões de pessoas, das quais aproximadamente seis milhões vivem na União Europeia, ciganos são a maior minoria étnica na Europa e grupos de direitos humanos dizem que eles são frequentemente vítimas de preconceito e exclusão social.

Salvini, que discorda do papa repetidamente em assuntos migratórios, reagiu com revolta no mês passado quando Francisco recebeu um grupo de ciganos no Vaticano.

Chefe do partido de extrema-direita Liga e vice-primeiro-ministro, Salvini respondeu repetindo sua promessa de fechar todos os campos de ciganos na Itália.

“Eu gostaria de pedir seu perdão por isso”, disse o papa aos ciganos. “Eu peço perdão — em nome da Igreja e do Senhor — e eu peço o perdão de vocês. Por todas as vezes na história em que discriminamos, destratamos ou olhamos erroneamente para vocês…”.

*Por Por Philip Pullella e Radu-Sorin Marinas, da Agência Reuters.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]