Jornal Folha de S.Paulo firma parceria com The Intercept e anuncia série de reportagens sobre indício de conluio entre Sérgio Moro e membros do MPF no processamento e julgamento das ações do Caso Lava Jato

The Intercept Brasil e Jornal Folha de S.Paulo formalizam parceria.

The Intercept Brasil e Jornal Folha de S.Paulo formalizam parceria.

Neste domingo (23/06/2019), o Jornal Folha de S.Paulo anunciou parceria com o The Intercept Brasil, veículo de comunicação dirigido por Glenn Greenwald, com a finalidade de promover série de reportagens que abrangem o tema ‘As mensagens secretas da Lava Jato (#VazaJato)’ e versam sobre possível conluio do, à época juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Pública do Governo Bolsonaro e procuradores da República, membros da força-tarefa do Caso Lava Jato, designados pelo Ministério Público Federal (MPF) à atuar no processamento e julgamento das ações do Caso Lava Jato.

Antes da parceira com a Folha, o The Intercept publicou sete matérias com base material probatória que compreende trocas de mensagens em texto, áudio, vídeo e fotos compartilhados entre o então membro do Poder Judiciário e membros do MPF, referentes ao período de 2014 a 2018, com uso do aplicativo de comunicação Telegram, que foi entregue por fonte anônima e atestada a autenticidade pelo próprio veículo de comunicação.

Com a parceria, a Folha anunciou que verificou a autenticidade dos conteúdos das mensagens e que estava publicando a 8ª reportagem sobre o tema e a 1ª do veículo de comunicação, com título ‘Lava Jato articulou apoio a Moro diante de tensão com STF’.

O Intercept permitiu que a Folha tivesse acesso ao acervo, que diz ter recebido de uma fonte anônima há semanas. A Polícia Federal abriu inquéritos para investigar suspeitas de ataques de hackers a telefones de procuradores e do ministro Sergio Moro e nos últimos dias, repórteres do jornal e do site trabalharam lado a lado, pesquisando as mensagens e analisando seu conteúdo.

O pacote obtido pelo Intercept reúne mensagens privadas trocadas pelos procuradores em vários grupos no aplicativo Telegram desde 2014, incluindo diálogos com o ministro Moro, que foi o juiz responsável pelos processos da Lava Jato em Curitiba até 2018.

“Ao examinar o material, a reportagem da Folha não detectou nenhum indício de que ele possa ter sido adulterado”, disse a Folha.

“Os repórteres, por exemplo, buscaram nomes de jornalistas da Folha e encontraram diversas mensagens que de fato esses profissionais trocaram com integrantes da força-tarefa nos últimos anos, obtendo assim um forte indício da integridade do material”, explicou o jornal.

Após as primeiras reportagens sobre as mensagens, publicadas pelo Intercept, no dia 9 de junho, Moro e os procuradores reagiram defendendo sua atuação na Lava Jato, mas sem contestar a autenticidade dos diálogos revelados.

Depois de alguns dias, passaram a colocar em dúvida a integridade do material, além de criticar o vazamento das mensagens. Até agora, porém, Moro e os procuradores não apresentaram nenhum indício de que as conversas reproduzidas sejam falsas ou tenham sido modificadas.

The Intercept justifica parceira

Desde antes de começar a publicar a série sobre o arquivo secreto em relação ao então juiz Sergio Moro e a Lava Jato, o Intercept já sabia que precisaria contar com parceiros para reportar a enorme quantidade de complexas histórias de interesse público encontradas nos materiais. Hoje, anunciamos nossa primeira parceria institucional: a Folha de S.Paulo começa a publicar, neste domingo, uma série de reportagens que tem como origem as mensagens trocadas pelos procuradores da força-tarefa e o ministro Moro, enviadas ao Intercept Brasil por uma fonte anônima.

*Com informações do The Intercept Brasil e Folha de S.Paulo.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]