Jair Bolsonaro diz que vetará lista tríplice em projeto sobre agências reguladoras; Presidente confronta Congresso Nacional

Presidente Jair Bolsonaro ri do trágico governo que conduz. Cisão com maioria do Congresso Nacional isola governante.

Presidente Jair Bolsonaro ri do trágico governo que conduz. Cisão com maioria do Congresso Nacional isola governante.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (24/06/2019) que vai vetar a parte do projeto de lei aprovado na semana passada pelo Congresso Nacional que prevê a adoção de uma lista tríplice para a escolha do presidente de agências reguladoras.

“Essa parte será vetada de hoje para amanhã”, disse Bolsonaro, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

O presidente disse que o projeto foi aprovado sem ter passado pelo plenário da Câmara e disse que as agências têm um poder muito grande.

“E essa prerrogativa do presidente (da República) indicar o presidente é muito importante… porque nós teremos algum poder de influência nessas agências”, argumentou.

Mais cedo, o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, havia feito elogios ao projeto aprovado pelo Congresso, afirmando que o texto tinha potencial para trazer mais segurança a investidores.

“Acho essa lei geral extremamente positiva em função do regramento que ela trouxe, da necessidade de análise do impacto regulatório e em função dos critérios que ela escolheu para escolha de dirigentes. Tenho certeza que é um mensagem muito importante para o investidor estrangeiro”, afirmou o ministro durante evento empresarial no Rio de Janeiro.

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), já havia antecipado no início da tarde a possibilidade de veto por Bolsonaro, após reunião com o presidente e outros líderes.

No fim de semana, Bolsonaro sugeriu que o Parlamento estaria tentando transformá-lo em “rainha da Inglaterra” ao aprovar esse projeto. Nesta manhã, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o Congresso não tem a intenção de reduzir as atribuições do presidente.

“Ninguém está querendo suprimir o papel do presidente da República, nem as suas prerrogativas. Até porque tem muitos projetos que nós dependemos do Poder Executivo”, disse Maia.

*Com informações da Agência Reuters.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]