Frei Leonardo Boff abre a semana do meio ambiente na ALBA

Frei Leonardo Boff palestra sobre meio ambiente na ALBA.

Frei Leonardo Boff palestra sobre meio ambiente na ALBA.

Na abertura da Semana do Meio Ambiente, a Assembleia Legislativa da Bahia foi palco, nesta segunda-feira (03/06/2019), de uma palestra realizada pelo teólogo e escritor Leonardo Boff, que falou sobre o tema “Água e Direitos Ambientais”. O religioso fez uma profunda reflexão sobre a importância da água, os riscos representados pela privatização desse recurso natural, o desrespeito ao ciclo da terra e a contaminação pelo uso dos agrotóxicos.

Proponente do encontro, o deputado Jacó Lula da Silva (PT) disse que é preciso discutir o modelo de desenvolvimento que o país vem adotando, pois “estamos esgotando os recursos naturais, contaminando o lençol freático, destruindo as nossas matas ciliares e tornando a água cada vez mais escassa”.

Para preservar o sistema, entende o petista, é necessário ter o equilíbrio do uso racional da água, “preservando o líquido como patrimônio da humanidade, para servir ao consumo humano, à irrigação e também à indústria”. Jacó afirma que devemos aprofundar o debate sobre a natureza e construir caminhos, apontar alternativas “para que as futuras gerações não sofram com esse bem indispensável à vida dos seres vivos”.

Privatização

Reconhecido no mundo como um dos maiores defensores da causa ambientalista, Leonardo Boff denuncia que “há um movimento enorme de privatização da água” que envolve a participação de cinco ou seis empresas, com mais de US$ 1 bilhão por ano só de comercialização da água.

Boff lamenta que o ser humano não cuide da água, destacando que no Brasil existe o desperdício de 47 % da água tratada. “Com esta água que a gente joga no chão para lavar o carro e limpar as ruas, poderíamos abastecer toda a Suíça, toda a França e todo o Norte da Itália”, exemplificou o teólogo.

Outro motivo para o homem não cuidar do meio ambiente, segundo o escritor, é que o país não tem infraestrutura de esgoto e muito lixo é jogado nos rios, poluindo as águas e provocando doenças. Leonardo Boff cita a Organização Mundial de Saúde (OMS), a qual indica que “85 % de todas as doenças do mundo vêm de águas não tratadas, águas contaminadas”.

Ele também mostrou sua preocupação com relação ao Brasil, que detém o triste título de campeão mundial no uso de agrotóxicos, com 780 bilhões de litros de agrotóxicos jogados no solo, que “vão matando a fertilidade, contaminando as águas e os produtos alimentícios que vão parar na mesa da população”.

Ao finalizar a palestra, Leonardo Boff manteve a esperança, garantindo que, no mundo inteiro, há uma onda, uma consciência nova de não aceitar mais essa manipulação que se faz com a água, com a natureza, com a terra.

Lembrando o papa Francisco, o teólogo acrescentou que “os problemas que temos e as dificuldades que sentimos com a Nossa Casa Comum, a Terra, não nos tirem a alegria e a esperança. Temos esperança de que, no capítulo final, quem vai vencer não é a morte, não é a destruição, mas a vida”, concluiu.

Além do deputado Jacó Lula da Silva, participaram do ato ecológico as deputadas Fátima Nunes (PT) e Olívia Santana (PC do B), além do ex-deputado Yulo Oiticica, atualmente na Secretaria estadual de Desenvolvimento Rural.

A comunista ressaltou que Leonardo Boff é uma referência que sempre “lançou luz sobre as religiões”. Olívia saiu em defesa da água, “que não pode ser propriedade de um grupo seleto de empresas que querem apenas lucrar com o direito de todos”.

A petista Fátima Nunes também é contra a privatização da água, porque “o projeto dos grandes não tem alma, não tem coração, não ama os recursos naturais”. A parlamentar mostrou ao religioso a foto de um menino plantando um pé de juazeiro no município de Ribeira do Amparo. Emocionada, Fátima enfatizou que “só quem acredita na vida é capaz de fazer uma ação como aquela em pleno sertão brabo”.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]