Corregedor nacional do Ministério Público abre processo contra Deltan Dallagnol por ‘descredenciar’ candidatura de Renan Calheiros à presidência do Senado

Deltan Dallagnol, procurador da República, é investigado pelo CNMP por interferência na eleição da presidência do Senado Federal.

Deltan Dallagnol, procurador da República, é investigado pelo CNMP por interferência na eleição da presidência do Senado Federal.

O corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Rochadel Moreira, decidiu nesta segunda-feira (10/06/2019), abrir um procedimento disciplinar contra o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jatoem Curitiba. Para o corregedor, Deltan fez “campanha política” pelo voto aberto na disputa pela Presidência do Senado e tentou “descredenciar” perante a opinião pública a então candidatura do senador Renan Calheiros (MDB-AL) ao comando da Casa.

A decisão do corregedor foi tomada um dia após o site The Intercept Brasil publicar o conteúdo vazado de supostas mensagens trocadas por Dallagnol e pelo então juiz federal Sérgio Moro. As conversas supostamente mostrariam que Moro teria orientado investigações da Lava Jato por meio de mensagens trocadas no aplicativo Telegram. O site afirmou que recebeu de fonte anônima o material.

Na avaliação do corregedor, Deltan buscou, fora de suas atribuições legais, interferir na eleição para a Presidência do Senado Federal, ocorrida em fevereiro.

Baixe

Reclamação Disciplinar da CNMP contra Deltan Dalagnol referente ao caso do senador Renan Calheiros 

*Com informações de Rafael Moraes Moura, do Estadão/Factiva.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]