ALBA: Deputado Robinson Almeida sugere Comenda 2 de Julho para jornalista Glenn Greenwald, profissional responsável por revelar ‘as mensagens secretas da Lava Jato’

Glenn Edward Greenwald (Nova Iorque, 6 de março de 1967) é um escritor, advogado e jornalista norte-americano, especialista em direito constitucional. Em junho de 2013, através do jornal britânico The Guardian, Glenn Greenwald foi um dos jornalistas que em parceria com Edward Snowden levou a público a existência dos programas secretos de vigilância global dos Estados Unidos, efetuados pela sua Agência de Segurança Nacional (NSA).

Glenn Greenwald, jornalista fundador do The Intercept, responsável pela série de reportagens ‘As mensagens secretas da Lava Jato’

O deputado estadual Robinson Almeida (PT) enviou à Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) um projeto de resolução para conceder a Comenda Dois de Julho ao advogado e jornalista Glenn Edward Greenwald. O profissional é responsável pelo site Intercept Brasil e pela série de matérias publicadas domingo (9), conhecida como o caso “Vaza Jato”, na qual são tornadas públicas mensagens em que o ex-juiz e hoje ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, orienta as ações da operação Lava Jato ao procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força tarefa em Curitiba que levou à prisão em abril de 2018 o ex-presidente Lula. Na justificativa do projeto, o parlamentar afirma que o jornalista revelou “uma verdadeira articulação política” tramada por integrantes da magistratura e do Ministério Público Federal para interferir “ilegal e indevidamente” nos destinos políticos do Brasil com reflexos na Bahia.

“As diversas titulações já alcançadas por Glenn Greenwald no plano internacional, somadas ao esforço dele no sentido de denunciar inúmeras ações de espionagem praticadas contra o Brasil, sobretudo as que foram levadas a efeito pelo governo norte-americano, e, com isso, proteger a soberania nacional e a dignidade do cidadão brasileiro, por certo o credenciam a receber a Comenda Dois de Julho”, afirma Robinson.

Reconhecimento – Glenn Greenwald trabalhou em importantes veículos de comunicação no mundo, como o The Gardian, onde publicou uma série de matérias em que revelou detalhes dos programas de vigilância global desenvolvidos pelo governo norte-americano, que incluíam a interceptação de comunicações e do tráfego de informações na rede. Entre as vítimas interceptadas pelos EUA, diversas empresas brasileiras, como a Petrobrás, e a então presidente Dilma Rousseff. Entre outras premiações relacionadas ao jornalismo investigativo, Greenwald recebeu, em 2014, o Pulitzer de jornalismo, o mais importante dedicado à categoria no mundo, e o Prêmio Esso de Reportagem, esse por artigos publicados no jornal O Globo acerca do sistema de vigilância virtual dos Estados Unidos em território brasileiro. A Comenda 2 de Julho é a mais alta condecoração oferecida pela Assembleia Legislativa da Bahia.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]