2ª Turma do STF decide julgar pedido de soltura do ex-presidente Lula

Advogado Cristiano Zanin apresenta sustentação oral da defesa do ex-presidente Lula na 2ª Turma do STF, nesta terça-feira (25/06/2019).

Advogado Cristiano Zanin apresenta sustentação oral da defesa do ex-presidente Lula na 2ª Turma do STF.

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu há pouco julgar hoje (25/06/2019) um habeas corpus  para analisar a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ontem (24), o ministro Gilmar Mendes, que pediu vista do processo que trata da questão, solicitou adiamento do caso, mas voltou atrás no início da sessão desta tarde e entendeu que a liberdade de Lula deve ser analisada.

O pedido para que o caso seja julgado nesta tarde foi feito pelo advogado Cristiano Zanin, representante de Lula. Ao concordar em votar a questão, Gilmar Mendes adiantou que deverá propor a concessão de uma liminar para soltar o ex-presidente até que o STF decida o caso definitivamente. Neste momento, os ministros decidem se a manifestação de Gilmar será acolhida.

“Diante do congestionamento da pauta, eu havia indicado o adiamento, mas tem razão o nobre advogado quando alega o alongamento desse pedido de prisão diante da sentença e da condenação, que foi confirmada em segundo grau no Tribunal Regional Federal. O que eu me abalançaria a propor, como fizemos em outros casos, é conceder medida para que o paciente aguardasse em liberdade a nossa deliberação concreta nesta Turma”, afirmou Gilmar.

Autorizado pela maioria dos ministros da Turma a falar na tribuna a respeito do habeas corpus contra a decisão de Fischer, do STJ, Cristiano Zanin Martins pediu que, caso o julgamento não seja concluído nesta terça-feira, uma liminar seja concedida para que Lula aguarde a decisão fora da prisão.

Lula está preso desde 7 de abril de 2018 na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, depois de ter sua condenação confirmada pelo Tribunal Regional Federal 4ª Região (TRF4), que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).

Os recursos

Dois habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) devem ser julgados hoje pela 2ª Turma do STJ. Um deles, o 165.973, questiona uma decisão unilateral do ministro do STJ Felix Fischer. O outro, de número 164.493, pede a suspeição de Sergio Moro como julgador de Lula.

*Com informações da Revista Veja, Jornal Estadão e Agência Brasil.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]