Vereador denuncia licitação para administração de almoxarifados de Feira de Santana; Líder governista rebate críticas

Roberto Tourinho: a Prefeitura resolveu contratar uma empresa para administrar o almoxarifado de algumas secretarias. Hoje, eles são administrados por funcionários do Executivo ou cooperados.

Roberto Tourinho: a Prefeitura resolveu contratar uma empresa para administrar o almoxarifado de algumas secretarias. Hoje, eles são administrados por funcionários do Executivo ou cooperados.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta quarta-feira (08/05/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Roberto Tourinho (PV) denunciou a realização de uma licitação que prevê o pagamento de mais de R$ 70 milhões a uma empresa que irá administrar quatro almoxarifados de secretarias municipais. Segundo o edil, atualmente os almoxarifados são administrados por funcionários da Prefeitura, cooperados ou estagiários.

“Quero fazer uma grave denúncia contra o Município. Vou provar que gasta muito e mal com o intuito de privilegiar amigos. Quando ouvimos pronunciamentos, como o de Zé Filé, do abandono nas policlínicas; quando lemos matérias de criança que morreu de dengue; bebês que morreram no Hospital da Mulher e moradores que não conseguem atendimento, só demonstram o quanto o prefeito está despreparado para atuar na função. Está acontecendo agora uma licitação pública, de nº 177/2018, com modalidade pregão presencial, que visa contratar uma empresa por R$ 70.384.542,60, para administrar quatro almoxarifados”, pontuou Tourinho.

E continuou. “A Prefeitura resolveu contratar uma empresa para administrar o almoxarifado de algumas secretarias. Hoje, eles são administrados por funcionários do Executivo ou cooperados. Mas, a Prefeitura fez esse processo com valor de R$ 73.942.120,80 para administrar quatro almoxarifados, num prazo de cinco anos. A empresa Intermaritima Portos e Logística S/A, identificou vários erros no certame e entrou com uma ação judicial, informando que a licitação é para privilegiar a empresa Ponto Express Logística LTDA. . A empresa conseguiu a liminar do juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Gustavo Hungria, que determinou que o processo fosse sustado”, relatou.

E continuou relatando o fato. “A Prefeitura cancelou a licitação e abriu outra com o mesmo objeto, objetivo, corrigindo alguns erros. Tudo com intuito de fugir e burlar a Justiça. Estou falando, pois exatamente agora estão sendo abertos os envelopes. A Prefeitura, malandramente, faz outro certame e agora com o valor de R$ 70.384.542,60. De uma para outra, diminuiu R$ 3557578,20. Não podemos aceitar isso num momento de crise, quando por muitos anos os galpões foram administrados por funcionários ou estagiários”, avaliou.

Segundo o vereador, o prefeito concedeu entrevista afirmando que iniciaria contenção de despesas, mas age de forma contrária. “Disse em entrevista que precisa fazer contingenciamento, pois gastou R$ 10 milhões na Micareta. Reafirmou que vai conter gastos com combustível, água e energia. Vai economizar e contrata uma empresa por mais de R$ 70 milhões para administrar quatro almoxarifados? Colbert, não te conheço mais Colbert. Estivemos juntos criticando prefeitos, fazendo greves, piquetes. Não o conheço mais. Isso aqui, em um país sério, os responsáveis estariam no Complexo Penal, estavam presos em uma penitenciária, no Complexo da Papuda”, comparou.

Tourinho disse que a sociedade não pode aceitar fatos como esse. “Uma cidade como Feira, não podemos aceitar que a Prefeitura faça farra com o dinheiro público. Isso é ironia com a mãe de Samile, que morreu de dengue, porque não recebeu o atendimento devido das unidades públicas de saúde municipal. É uma afronta há milhares de feirenses que estão nas filas para conseguir atendimento médico, em bairros periféricos da cidade. Afronta a quem paga o IPTU, um dos mais caros do Brasil. Colbert, não precisava manchar sua história na cidade. Naquele episódio, acreditávamos em sua inocência, mas hoje não posso dizer o mesmo”, disse.

O vereador ressaltou que a empresa Intermaritima Portos e Logística S/A ingressou com nova ação judicial informando que outra licitação, com o mesmo objetivo, está em curso. “Os dados estão aqui disponíveis para quem quiser acessar. Estão aqui todos os documentos para quem quiser ligar para o prefeito e dizer que estou fazendo essa denúncia. Fiquem à vontade para dizer que o que estou falando aqui não é verdade. A Prefeitura de Feira gasta muito e gasta mal”, disparou.

Para finalizar, Tourinho disse esperar que a empresa Ponto Express Logística LTDA não seja a vencedora desta nova licitação. “Pois, a ideia é torrar o dinheiro e dividir com os amigos. A empresa vencedora dessa licitação vai receber R$1.173.075,71 por mês para administrar quatro almoxarifados, durante cinco anos. É melhor que o prêmio da Mega Sena. Assisto na televisão os crimes ocorridos no Rio de Janeiro, onde marginais montam um esquema para assaltar carros fortes. Onde estão os marginais do RJ, que não montam uma empresa de logística para assaltar o Município, sem precisar disparar um tiro ou tocar terror? Fico triste quando vejo esses fatos acontecerem e tenho que denunciar”, findou.

Marcos Lima defende Governo de denúncia da oposição

Em pronunciamento, na sessão ordinária da Câmara Municipal de Feira de Santana, o líder governista, vereador Marcos Lima (Patriota) defendeu o Governo da denúncia do oposicionista Roberto Tourinho (PV), após denúncia de licitação para administração de almoxarifados.

“A licitação é pública e aberta, para que a sociedade possa participar. A empresa que será responsável pela administração dos almoxarifados oferecerá toda a estrutura de armazenamento de medicamentos, merenda e material escolar. Será uma logística implantada dentro da administração pública”, pontuou.

E continuou. “A empresa oferecerá ainda transporte e profissionais para realizar a entrega da merenda, dos materiais e medicamentos. O Governo Municipal é transparente. Convido o vereador Roberto Tourinho para conhecer a empresa e o serviço que presta. Nada está sendo feito no escuro. Tourinho conhece bem nosso prefeito e sabe da sua lisura”, finalizou.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]