Secretaria da Educação divulga lista dos classificados no Universidade Para Todos

Classificação dos candidatos ao Universidade Para Todos será feita a partir das notas de Português e Matemática informadas pelos candidatos no ato da inscrição.

Classificação dos candidatos ao Universidade Para Todos será feita a partir das notas de Português e Matemática informadas pelos candidatos no ato da inscrição.

A lista dos classificados do programa Universidade Para Todos (UPT) foi divulgada nesta sexta-feira (10/05/2019), no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). Este ano, foram inscritos no cursinho pré-vestibular 32.711 estudantes de todo o Estado para as 11.505 vagas ofertadas. A matrícula será realizada entre 21 e 24 de maio no local e turno para os quais o aluno optou para cursar e as aulas irão começar no dia 27 deste mês e seguem até dezembro. Criado em 2003 pelo Governo do Estado, o programa é desenvolvido em parceria com as universidades estaduais (UNEB, UESC, UEFS e UESB) e tem como objetivo o fortalecimento da política de acesso à Educação Superior.

A classificação dos candidatos ao Universidade Para Todos será feita a partir das notas de Português e Matemática informadas pelos candidatos no ato da inscrição. Na matrícula, o estudante classificado deverá apresentar os documentos expressos no edital, dentre os quais os documentos pessoais e os históricos escolares do Fundamental II e do Ensino Médio. Além das aulas, os alunos têm acesso aos projetos complementares, como seminários, oficinas, simulados, revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e orientação vocacional. Os 11.505 selecionados receberão camisa e material de estudo. Para os cursistas da UNEB e UESB, que obtiverem frequência superior a 75% nas aulas, está garantida a isenção da taxa de inscrição no vestibular.

Para a execução do projeto, serão selecionados pelas universidades parcerias, 1.034 estudantes universitários que atuarão como professores/monitores. Esta é mais uma política pública educacional desenvolvida pela Secretaria da Educação do Estado voltada para a juventude, de modo a oportunizar aos universitários a vivência do exercício da docência. Durante a execução do programa, esses alunos serão acompanhados e passarão por formação.

O cursinho pré-vestibular é voltado a estudantes matriculados, em 2019, no 3º ano do Ensino Médio Regular estadual ou municipal ou nas suas modalidades correspondentes; aos matriculados, em 2019, no 4º ano da Educação Profissional integrada ao Ensino Médio da rede estadual ou municipal ou nas suas modalidades correspondentes; e nos egressos do Ensino Médio estadual ou municipal do Estado da Bahia. Marcado pela abrangência nos 27 Territórios de Identidade, o programa já possibilitou a cerca de 20 mil estudantes o ingresso no Ensino Superior em diversas instituições, ao longo de dez anos.

O coordenador executivo de Projetos Estratégicos da Secretaria da Educação do Estado, Marcius Gomes, fala que o número de inscritos demonstra o alcance social do programa. “Este número reflete a importância deste programa que é a principal política de acesso do estudante do Ensino Médio à universidade. O Universidade para Todos tem sido uma referência de projeto estratégico por ter alguns princípios, como a articulação entre a Educação Básica e o Ensino Superior; por garantir a permanência do estudante no Ensino Médio e por possibilitar um monitoramento para a ampliação da oferta”, afirmou.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]