Salvador: Comunidade do IFBA promove ato em protesto contra o Governo Bolsonaro e cobra nomeação da reitora eleita

Campus do IFBA em Salvador reúne professores, alunos e imprensa em ato contra a política de cortes no orçamento da educação, promovidos pelo Governo Bolsonaro.

Campus do IFBA em Salvador reúne professores, alunos e imprensa em ato contra a política de cortes no orçamento da educação, promovidos pelo Governo Bolsonaro.

Em nota, movimento que reúne professores e alunos do Instituto Federal da Bahia (IFBA) protesta contra a política de cortes do Governo Bolsonaro e cobra do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), a nomeação da professora Luzia Mota, eleita reitora, em processo de consulta a comunidade da unidade de educação.

A nota informa, também, sobre atividade que ocorre nesta segunda-feira (27/05/2019), na sede do IFBA, em Salvador, com a finalidade de reunir professores, estudantes, parlamentares e membros da comunidade em ato contra a política educacional do Governo Bolsonaro e cobrando nomeação da professora Luzia Mota, ao cargo de reitora.

Confira nota

No final de 2018, precisamente no dia 13 de dezembro de 2019, o Instituto Federal da Bahia (IFBA) fez a consulta prevista no Decreto nº 6.986, de 20 de outubro de 2009 que disciplina o processo de escolha de dirigentes no âmbito dos Institutos Federais e elegeu uma nova gestão para a instituição. A professora Luzia Mota, 51 anos, foi eleita Reitora do IFBA com 32,2% dos votos válidos. Na mesma eleição, a comunidade pode escolher um novo Conselho Superior e os(as) novos(as) Diretores e Diretoras que administrarão os 22 Campi do IFBA, no período de 2019 – 2023.

Apesar da vitória conquistada, a nomeação da professora Luzia Mota para o cargo de reitora do IFBA ainda precisa vencer algumas etapas importantes, o processo de nomeação está no MEC – STEC desde o dia 10/01/2019 aguardando a finalização da análise e um parecer que será assinado pelo Ministro da Educação e remetido para a Casa Civil onde, após o trâmite necessário será emitida a portaria de nomeação que será assinada pelo Presidente da República

Mulher, negra, nascida na periferia de Salvador, professora da instituição há 25 anos e membro do Conselho de Pesquisa, Ensino e Extensão (CONSEPE), a reitora eleita é graduada em Física pela UFBA, com Mestrado em Ensino de Física pela Universidade Federal de Santa Catarina e Doutorado em Difusão do Conhecimento pela UFBA, com passagem também na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).  A relação da professora Luzia Mota com o IFBA teve início ainda em 1982, como aluna do curso técnico de Eletrônica. A sua carreira acadêmica acumula experiência como pesquisadora, extensionista e gestora. “Foi essa carreira construída no dia-a-dia da Instituição que possibilitou apresentar meu nome como candidata a Reitoria”, diz Luzia, que estudou toda a sua vida em escola pública.

A Reitora eleita atribui a vitória à bandeira de luta defendida por ela: a defesa de uma educação que esteja pautada na inserção da juventude no mundo do trabalho, mas, que também possibilite aos estudantes do IFBA uma formação integral.

O IFBA é uma Instituição de Ensino, Pesquisa e Extensão que, há mais de 110 anos, oferta Educação Profissional para toda a Bahia em diversas áreas. Originária da antiga Escola Técnica Federal, tronou-se CEFET nos anos 90 e, agora, encontrou no modelo de Instituto Federal sua melhor forma de servir como polo indutor de desenvolvimento social, econômico e cultural da região. Com cerca de 4.000 servidores e 30 mil estudantes espalhados pelos territórios baianos, o IFBA aguarda a nomeação e posse da Reitora eleita Luzia Mota para iniciar um novo ciclo institucional. No projeto apresentado a comunidade, a nova gestão promete dar ênfase ao desenvolvimento local e à permanência e formação integral dos(as) estudantes.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]