Deputada Lídice da Mata e presidentes do PT, PCdoB e PSOL da Bahia rechaçam declaração do alucinado delegado Waldir; Líder do partido do Governo Bolsonaro atacou povo da Bahia

Deputado federal Waldir Soares de Oliveira (Delegado Waldir, PSL-GO), apresenta comportamento tresloucado e totalitário ao atacar povo da Bahia. Debilidade mental de membros e apoiadores do Governo Bolsonaro é elevada.

Deputado federal Waldir Soares de Oliveira (Delegado Waldir, PSL-GO), apresenta comportamento tresloucado e totalitário ao atacar povo da Bahia. Debilidade mental de membros e apoiadores do Governo Bolsonaro é elevada.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (23/05/2019), Lídice da Mata, deputada federal e presidente do PSB Bahia, ao lado dos presidentes estaduais dos partidos PT, PCdoB e PSOL da Bahia, rechaçou a agressão verbal tresloucada do deputado Waldir Soares de Oliveira (Delegado Waldir, PSL-GO) proferida contra o povo baiano, ao afirmar que a “A Bahia é um lixo governado pelo PT”.

O político Delegado Waldir é reconhecido como uma pessoa que expressa comportamento belicoso e totalitário. Ele é líder do Governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados. Sintomaticamente, o Governo Bolsonaro é reconhecido pela debilidade mental dos membros e apoiadores.

Confia nota ‘PSL , respeite a Bahia e o povo baiano’

“Com tiranos não combinam brasileiros corações”, trecho do hino da Independência do Brasil na Bahia

Na última quarta-feira, 22 de maio, o líder do PSL, partido do presidente Bolsonaro, atacou o Estado da Bahia durante uma sessão no Congresso nacional. O deputado goiano Delegado Valdir disparou seu ódio contra nosso Estado a plenos pulmões dizendo que “A BAHIA É UM LIXO. A BAHIA É UM LIXO GOVERNADO PELO PT”.

É de causar espanto que declarações com tamanho ódio e xenofobia encontrem no Congresso Nacional um ambiente propício para serem reproduzidas. O deputado delegado Valdir reproduziu algo que nós baianos e nordestinos conhecemos muito bem, um preconceito há muito alimentado contra o nordeste, contra nosso povo, contra nossas tradições e a nossa cultura.

Entendemos também que tamanho ódio é fruto de um ressentimento e inconformismo com a manifestação que o povo baiano deu nas urnas nas eleições de 2018. Aqui o projeto político de privatizações, entrega da soberania nacional, retirada direitos e ataques as liberdades democráticas de Bolsonaro não obteve respaldo, vencendo em apenas 4 dos 417 municípios baianos.

Os partidos políticos que assinam essa nota manifestam seu mais profundo repúdio e indignação com essa declaração de um deputado que é a liderança do partido do governo federal no Congresso. Diferenças políticas com um partido que administra o governo do Estado não estão acima do respeito para com o povo da Bahia. Temos orgulho da Bahia, orgulho do nosso povo, da nossa cultura e das nossas tradições. Somos os filhos e filhas de Luiza Mahin, Maria Filipa, Manoel Faustino, João de Deus, Sabino e Joana Angélica, herdeiros de uma História de resistência contra a tirania e opressão.

Lídice da Mata, Deputada Federal e Presidente do PSB/BA

Everaldo Anunciação, Presidente do PT/BA

Everaldo Augusto, Presidente do PCdoB/BA

Fábio Nogueira, Presidente do PSOL/BA

Salvador, 23 de maio de 2019.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).