Chapa liderada pelo jornalista Domingos Meirelles denuncia ilegalidade na eleição da ABI e recomenda boicote ao pleito

Chapa 1, liderada pelo jornalista Domingos Meirelles, denuncia ilegalidade na eleição da ABI, para escolha da direção que comandará a instituição no triênio de 2019 a 2022 e recomenda boicote ao pleito.

Chapa 1, liderada pelo jornalista Domingos Meirelles, denuncia ilegalidade na eleição da ABI, para escolha da direção que comandará a instituição no triênio de 2019 a 2022 e recomenda boicote ao pleito.

Em nota, a Chapa 1 ‘ABI para todos’, liderada pelo jornalista Domingos Meirelles, presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional), denunciou graves irregularidades na definição do pleito eleitoral para escolha do conselho diretivo que comandará durante o triênio de 2019 a 2022 a secular entidade. O pleito eleitoral está marcado para esta quinta-feira (16/05/2019), das 10 às 20 horas.

No comunicado, a Chapa 1 ‘ABI para todos’ recomenda não votar na eleição e afirma que “não é a primeira vez que Chargel se utiliza de expedientes espúrios para se encastelar na direção da Casa dos Jornalistas. Em 2013, deu um golpe de mão e impediu que o vice-presidente Tarcísio Holanda assumisse a direção da ABI, dias depois da morte de Maurício Azêdo”. O jornalista Fichel Davit Chargel foi eleito presidente da Assembleia Geral Ordinária da ABI e é responsável por organizar o pleito.

As ilegalidades do pleito foram expostas, também, em depoimento pelo jornalista Daniel Mazola. Ele questiona a conduta de Fichel Davit Chargel e vinculando a atuação a interesses pessoais e diz existir uma farsa, montada “fora dos padrões e dos prazos regimentais da ABI”.

Além da Chapa 1 — ‘ABI para todos’, que tem como candidato à presidente o jornalista Domingos Meirelles — concorrem a Chapa 2, ‘ABI: Luta pela Democracia’, liderada por Paulo Jeronimo de Sousa (Pagê); e a Chapa 3, ‘Barbosa Lima Sobrinho’, liderada por Carlos Augusto Martins de Aguiar.

A nota

Confira íntegra da nota ‘Chapa 1 ‘ABI para todos’ recomenda não votar na eleição de quinta-feira (15)’.

Querido amigos,

A coordenação da Chapa 1 ABI PARA TODOS comunica ao corpo social  que não participará das eleições ilegalmente marcadas para esta quinta-feira, dia 16 de maio, pelo associado Fichel Davit Chargel. Não podemos coonestar com essa mistificação que envergonha a todos nós.

Em flagrante desrespeito ao Estatuto,  Fichel Davit Chargel convocou às pressas, na sexta-feira passada, uma Assembleia Geral Ordinária que foi realizada três dias depois, nesta segunda 13, a toque de caixa.

Na falsa condição de presidente da AGO, marcou eleições gerais-relâmpago para esta quinta-feira 16, sem qualquer amparo legal. E mais: assumiu o comando da ABI em nome da Chapa 2, sob alegação de que o mandato da atual Diretoria da ABI estava extinto.

Não é a primeira vez que Chargel se utiliza de expedientes espúrios para se encastelar na direção da Casa dos Jornalistas. Em 2013, deu um golpe de mão e impediu que o vice-presidente Tarcísio Holanda assumisse a direção da ABI, dias depois da morte de Maurício Azêdo.

Caso tenham dúvidas sobre a lisura do pleito de amanhã, ouçam o depoimento do companheiro Daniel Mazola (disponível no final deste e-mail), que na época fazia parte do Conselho Deliberativo, e foi testemunha privilegiada de tamanha insensatez.

A Chapa 1 ABI PARA TODOS aguarda que a Justiça restabeleça a ordem legal na instituição para que sejam marcadas novas eleições sem os vícios que maculam o pleito marcado para esta quinta-feira.

A Coordenação.

Confira depoimento do jornalista Daniel Mazola

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).