ABECS atua na defesa do Ensino de Sociologia no Estado da Bahia

Reunião entre membros da ABECS e do Governo da Bahia.

Reunião entre membros da ABECS e do Governo da Bahia.

Com a presença dos representantes da ABECS Nacional (Prof. Luís Flávio Godinho/UFRB e Prof. Bruno Durães/UFRB), do Prof Cláudio André/Unilab/Direção da Apub-Bahia, do Presidente da Associação dos Sociólogos do Estado da Bahia (Aseb, sociólogo Edson Valadares), da Presidenta do Sindicato dos Sociólogos do Estado da Bahia (Sinseb, a socióloga Carmen Félix), da Diretora da Aseb (Nádia Barreto) e do Diretor do Sinseb (o sociólogo Sóstenes Aroeira), ocorreu a reunião na quinta-feira (02/05/2019) com o Chefe de Gabinete da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (Prof Paulo Cézar Lisboa Cerqueira), e com diretores e representantes da Área de Ensino Médio da Superintendência de Política da Educação Básica da Bahia (Herbert Gomes e Roberto Alves) e a assessora do Secretário de Educação do Estado da Bahia Sr.ª Talita.

A pauta tratou de 4 itens:

  • Sociologia no Ensino Médio na Bahia (a situação do ensino de Sociologia como complementação de carga horária no estado, a necessidade de mais concurso público para docente licenciado em Ciências Sociais na Educação Básica; a Bahia só possui 5% de professores de sociologia com formação adequada nas escolas);
  • Pedido de nota pública do Governo ou da Secretaria de Educação do Estado em defesa da manutenção de Sociologia e Filosofia nas Escolas da Bahia e em defesa dessas áreas científicas;
  • Garantia no currículo do Estado da permanência de Sociologia como disciplina nos três anos do Ensino Médio e manutenção dos cursos de licenciatura em Ciências Sociais nas Universidades Estaduais (foi discutido a posição do governo estadual acerca da defesa da sociologia e filosofia no currículo Bahia via diálogo com Conselho Estadual de Educação e nos cursos superiores situados no estado).
  • Proposta de criação de seminários formativos e integradores no Estado da Bahia com apoio da secretaria de educação e voltados para formação e melhoria da qualidade de trabalho dos professores de Sociologia do estado (foi apresentado uma proposta coletiva de construção desses eventos conjuntamente, envolvendo entidades da área e universidades).

Após uma série de discussões e ricos debates, o chefe do gabinete da secretaria de educação, prof. Paulo Cézar Lisboa, se comprometeu em garantir alguns itens imediatamente e, depois, conversar com o secretário de Educação do Estado para fortalecer as ações:

  • Um novo Concurso de professores para o segundo semestre de 2019, com vagas não preenchidas no concurso de 2018 (metade das vagas ofertadas no concurso daquele ano não foram preenchidas);
  • Defesa da sociologia no currículo estadual das escolas de ensino médio e comprometimento crítico do governo estadual contra os ataques proferidos pelo Governo Federal. Por fim, sugerimos, no que foi acatado, ajudarmos, em conjunto com a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, via audiência pública, em criar uma frente de defesa da sociologia e da filosofia como conhecimento necessário à formação do ser social, do cidadão crítico e como disciplinas de base no currículo escolar do Estado. Além disso, ficou acertado que a Secretaria de Educação iria apoiar em duas frentes: no diálogo com o Conselho Estadual de Educação para manter a sociologia como disciplina curricular obrigatória como é hoje e, em segundo lugar e, em paralelo, manter um canal aberto de diálogo com as entidades do Campo de Ensino de Sociologia na Bahia para fortalecer a área e para pensar a educação em geral. Ao final da reunião, ficou agendada uma nova reunião, ainda no mês de maio, apenas com a Diretoria de ensino médio do Estado para tratarmos da reforma do Ensino Médio de 2017, Base Nacional Comum, Currículo e formação de professores em geral.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]