Série um Analfabeto Funcional na Presidência: Jair Bolsonaro volta a defender Escola sem Partido e publica vídeo de aluna

Demonstrando o quanto pode ser um analfabeto funcional, presidente Jair Bolsonaro diz que “professor tem que ensinar e não doutrinar”. Ocorre que todo ensino regular é uma forma de doutrina e a crítica faz parte da formação de cidadãos politizados.

Demonstrando o quanto pode ser um analfabeto funcional, presidente Jair Bolsonaro diz que “professor tem que ensinar e não doutrinar”. Ocorre que todo ensino regular é uma forma de doutrina e a crítica faz parte da formação de cidadãos politizados.

O presidente Jair Bolsonaro publicou, neste domingo (28/04/2019) no perfil pessoal que mantém na rede social Twitter, vídeo de uma aluna que alega que uma professora de gramática usou 25 minutos dentro de sala de aula para fazer críticas ao governo, ao movimento Escola sem Partido e ao escritor Olavo de Carvalho. Junto ao vídeo, Bolsonaro escreveu: “Professor tem que ensinar e não doutrinar”.

No vídeo, a aluna questiona a professora, que afirma que Olavo de Carvalho é uma anta porque “mete o pau em tudo”. Carvalho tem sido uma figura influente no governo, sendo ouvido em decisões da atual gestão.

Sinal de desinteligência

Demonstrando o quanto pode ser um analfabeto funcional, Jair Bolsonaro, ao afirmar que “professor tem que ensinar e não doutrinar”, comete erro primário ao desconhecer que o ensino promovido através da regulação do Estado é uma forma de doutrina para a vida social.

Outro aspecto é que o presidente finge desconhecer que a crítica é parte fundamental para formação política dos cidadãos. Mas, na prática, ao apoiar a iniciativa da aluna, objetiva promover a doutrina de formação de sujeitos alienados, incapazes de reconhecer o desinteligente desgoverno que conduz.

Comentário

Questionado pela imprensa sobre o assunto quando chegava ao prédio onde mora o filho Flávio Bolsonaro, o presidente voltou a defender o movimento Escola sem Partido. “Nós queremos a escola sem partido ou, se tiver partido, que tenha os dois lados. Isso tem que ser. Não pode é ter um lado só na sala de aula. Isso leva ao que nós não queremos”, afirmou.

Encontro com Maia

Bolsonaro também falou sobre o encontro que teve com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na manhã deste domingo. Bolsonaro disse que os dois conversaram durante cerca de uma hora. Sobre o que foi tratado na conversa, o presidente disse apenas que a visita foi para tratar “de um montão de assuntos”.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]