Mana Bernardes revela seu processo criativo em série exclusiva do Curta!

Processo de fabricação e construção da designer e poeta Mana Bernardes é o ponto de partida de ‘Onde Nascem as Ideias’, série inédita e exclusiva do Curta!.

Processo de fabricação e construção da designer e poeta Mana Bernardes é o ponto de partida de ‘Onde Nascem as Ideias’, série inédita e exclusiva do Curta!.

O processo de fabricação e construção da designer e poeta Mana Bernardes é o ponto de partida de ‘Onde Nascem as Ideias’, série inédita e exclusiva do Curta!. Idealizada e dirigida por Carolina Sá e produzida pela Samba Filmes com financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), da Ancine, “Onde Nascem as Ideias” investiga o processo criativo feminino desde o momento da inspiração até a criação da obra. Ao longo de oito episódios, o público poderá conhecer os perfis de artistas que atuam no Brasil. São elas: a cineasta Paula Gaitán, a artista plástica Sonia Gomes, a coreógrafa e diretora Lia Rodrigues, a fotógrafa Rosângela Rennó, a cantora e compositora Juçara Marçal, a bailarina e coreógrafa Angel Vianna e a diretora de teatro e cinema Bia Lessa. Estreia na Terça das Artes, 19, às 23 horas.

Arnaldo Niskier e outros expoentes da Cadeira 18 estão em “Imortais da Academia”

O episódio inédito da série “Imortais da Academia” narra a trajetória de alguns dos ocupantes do assento de número 18 na Academia Brasileira de Letras, incluindo o atual, o jornalista e acadêmico Arnaldo Niskier. Para Niskier, sua relação com a cadeira de número 18 é “um compromisso com a perenidade”. Em hebraico, 18 é chai e significa vida. Ao longo do episódio, são retratados alguns dos principais acadêmicos que ocuparam o assento, como o crítico José Veríssimo, grande defensor da literatura nacional, e o médico e escritor Peregrino Júnior, que tinha a Amazônia como principal tema. Com direção de Belisario Franca, “Imortais da Academia” é uma produção da Giros com financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual da ANCINE. Estreia de episódio na Quinta do Pensamento, 21, às 21h.

Segunda da Música (18/03)

20:35 horas – “Erlon Chaves: Maestro do Veneno” (Documentário)

A trajetória do maestro Erlon Chaves e as marcas que deixou na indústria fonográfica, na televisão e no cinema, além da censura e do racismo que enfrentou. Diretor: Alessandro Gamo. Duração: 72 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 19 de março, terça-feira, às 14:35 horas; 20 de março de 2019, quarta-feira, às 8:35 horas.

Terça das Artes (19/03)

23h – “Onde Nascem as Ideias” (Série) – Episódio “Mana”

O episódio acompanha a designer e poeta Mana Bernardes ao longo do processo de fabricação e construção de algumas de suas obras. Diretora: Carolina Sá. Duração: 43 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 20 de março, quarta-feira, às 17h05; 21 de março, quinta-feira, às 11h05; 23 de março, sábado, às 21h10.

Quarta de Cinema (20/03)

20 horas – A faixa “A Vida é Curta!” traz dois curtas-metragens que abordam o tema “irmãos”

Os Irmãos Mai (Ficção)

Dois irmãos precisam levar um presente para sua avó. Quanto mais eles caminham, mais longe parecem estar do seu objetivo. Diretora: Thais Fujinaga. Duração: 19 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 21 de março, quinta-feira, às 14h; 22 de março, sexta-feira, às 8h; 23 de março, sábado, às 14h15.

De tanto olhar o céu, gastei meus olhos (Ficção)

O pai de Luana e Wagner envia uma carta após anos de abandono. Wagner acredita que o pai pode ter mudado. Luana, não. Diretora: Nathália Tereza. Duração: 25 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 21 de março, quinta-feira, à 14h25; 22 de março, sexta-feira, às 8h25; 23 de março, sábado, 14h40.

Quinta do Pensamento (21/03)

21 horas – “Imortais da Academia” (Série) – Episódio “Cadeira 18: Um lugar para o chai”

O episódio resgata a trajetória de alguns dos nomes que ocuparam a cadeira 18 da Academia Brasileira de Letras. São eles: o crítico José Veríssimo, o médico e escritor Peregrino Júnior e o jornalista Arnaldo Niskier. Diretor: Belisario Franca. Duração: 26 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 22 de março, sexta-feira, às 15h; 23 de março, sábado, às 19h05; 24 de março, domingo, às 11:10 horas.

Sexta da Sociedade (22/03)

23 horas – “História do Anarquismo: sem deuses, sem mestres” (Série) – Episódio “1840-1906: A paixão por destruição”

A série de três documentários revela as origens e o destino da ideologia política que tem lutado contra todos os deuses e mestres há mais de 150 anos, tentando mudar o mundo com seus ideais de liberdade. Diretor: Tancrède Ramonet. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 23 de março, sábado, às 3h; 24 de março, domingo, às 23h. 25 de março, segunda-feira, às 17 horas.

Sobre o Curta!

Dedicado às artes, à cultura e às humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, o canal pauta a sua programação pelos seguintes temas: música, dança, teatro, artes visuais, arquitetura, metacinema, filosofia, literatura, história política e sociedade.

O Curta! pode ser visto nos canais 56 e 556 da NET e da Claro TV, no canal 75 da Oi TV e no canal 664 da Vivo, oferecido à la carte pela operadora. Siga o Curta! nas redes sociais: www.facebook.com/CanalCurta, https://twitter.com/canalcurta e www.youtube.com/user/canalcurta. Saiba mais em http://www.canalcurta.tv.br.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]