Justiça determina bloqueio de bens do ex-governador do Paraná Beto Richa e de membros da família

Carlos Alberto Richa (Beto Richa, PSDB), ex-governador do Paraná.

Carlos Alberto Richa (Beto Richa, PSDB), ex-governador do Paraná.

Os bens e contas financeiras da família e do ex-governador do Paraná, Carlos Alberto Richa (Beto Richa, PSDB), foram bloqueados após uma determinação da 23ª Vara Federal de Curitiba.

O bloqueio acontece por conta da Operação Integração, em que Beto Richa, a ex-primeira-dama Fernanda Richa e um dos filhos do casal, André Richa são réus. A investigação apura o pagamento de propina a agentes públicos por empresas de pedágio no Paraná. Segundo o Ministério Público Federal, o ex-governador teria recebido propina das concessionárias de pedágio no Paraná e lavava esse dinheiro com a compra de imóveis colocados em nome da empresa Ocaporã.

De acordo com a decisão, o valor  do bloqueio representa a soma de R$ 4,7 milhões que o MPF afirma que Beto Richa recebeu em propinas e doações, além dos R$ 82,5 milhões de danos causados aos usuários dos serviços públicos e a pena de multa máxima de cerca de R$ 79 milhões.

Além dos bloqueios dos bens de Richa, a Justiça também determinou R$4,5 milhões fossem bloqueados do contador da família, Dirceu Pupo.

Esse tipo de bloqueio é determinado pela justiça para garantir o pagamento de multas, a reparação dos danos e custas processuais. O bloqueio também se aplica aos imóveis e carros que estão em nome do ex-governador, de sua esposa e de seu filho.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]