José Ignácio promove exposição ‘Dentro do Mato, na Borda do Mar’ na Caixa Cultural Salvador

José Ignácio promove exposição ‘Dentro do Mato, na Borda do Mar’.

José Ignácio promove exposição ‘Dentro do Mato, na Borda do Mar’.

Artista chileno de alma baiana, José Ignácio retorna ao Brasil após quase duas décadas de andanças pelo mundo. E é a Bahia, espaço onde se formou quando criança e adolescente, que recebe sua exposição, ‘Dentro do Mato, na Borda do Mar’, com data de abertura para o dia 12 de março (terça-feira), na Caixa Cultural Salvador, localizada na Avenida Carlos Gomes, com entrada franca. A exposição terá início às 19 horas, com um coquetel de lançamento que contará com a presença do artista e da curadora Alejandra Hernández Muñoz, arquiteta uruguaia que reside em Salvador desde 1992, Mestre em Desenho Urbano, Doutora em Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura da UFBA e professora permanente de História da Arte da Escola de Belas Artes (EBA/UFBA).

Filho de pais cubanos, são de Salvador as primeiras referências artísticas de José Ignácio, que vieram dos trabalhos de Carybé, Mário Cravo e Hansen Bahia, dentre outros. Mas é do mundo a concepção cosmopolita do artista, que se formou em Arquitetura nos Estados Unidos e também viveu em países como Dinamarca, Finlândia, México e Panamá. Agora, retornando com uma exposição inédita para Salvador, ele vai mostrar ao público a medida das influências na sua paleta. Mas é fato que os coqueirais, bambuzais e paisagens que habitam seus quadros acendem o imaginário baiano como fonte inicial. Pinceladas de verdes e azuis insinuam troncos, folhas, céu, água, luz e mar em um tempo fragmentário e eterno, capturado em seu momento de esplendor instantâneo – como encontramos em cada pôr do sol.

José Ignácio pinta como sempre o fez. Estira suas telas com atos de coragem. E respira e inspira o puro oxigênio da sua arte. Se o mundo é a sua casa, a Bahia é sua benção. A exposição “Dentro do Mato, na Borda do Mar” ficará em cartaz até o dia 07 de abril.

Incentivo à cultura

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A CAIXA Cultural Salvador foi inaugurada em 1999 e se situa em prédio datado do século XVII. O espaço já abrigou diversas organizações, como a Casa de Orações dos Jesuítas, e nele já trabalharam personalidades como Glauber Rocha, Caetano Veloso e Lina Bo Bardi. Após ser tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e restaurada pela CAIXA, a Casa hoje oferece ao público duas galerias de arte, um anfiteatro, um salão para espetáculos, uma sala para eventos e uma sala de oficinas.

Agenda

O que: Exposição Dentro do Mato, Na Borda do Mar

Local: Caixa Cultural Salvador

Endereço: R. Carlos Gomes, 57, Centro

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]