Feira de Santana: Vereador garante continuar sendo porta-voz dos portadores do espectro autismo

Cadmiel Mascarenhas: estar como porta-voz para autistas é uma honra indescritível.

Cadmiel Mascarenhas: estar como porta-voz para autistas é uma honra indescritível.

No uso da tribuna, na sessão ordinária desta terça-feira (26/03/2019), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Cadmiel Pereira (PSC) ressaltou que para lutar por melhorias de uma categoria não precisa estar na mesma condição das pessoas que a compõem e garantiu que continuará sendo porta- voz dos portadores do espectro autismo.

“Deus tem me concedido algumas oportunidades e dentre elas ser vice-presidente do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente. Ali, juntamente com órgãos e entidades importantes da cidade, acompanhamos o trabalho realizado pelo CRAS e CREAS. O Conselho também coordena o trabalho do Conselho Tutelar e ali vi a dificuldade que eles têm para garantir os direitos das crianças”, lembrou.

Cadmiel relatou mais que precisou intermediar uma situação que envolvia o bem estar de crianças. “Ontem recebi uma ligação do pastor Carlos Augusto, onde me informou que tinha uma pessoa retirando o parque de uma praça. Fui até o local e de lá chamei o secretário Justiniano França para que fizéssemos a intervenção junto àquela pessoa que queria retirar o brinquedo. E conseguimos. Mas, pude percebe que é preciso ter uma voz para garantir e lutar pelos direitos de alguém”, relatou.

Cadmiel contou mais que foi quando ainda estava no Conselho que decidiu ser candidato a vereador de Feira de Santana. “E quando tomei essa decisão não foi para brincar e sim para marcar vidas, trazer qualidade de vida para as pessoas, dignidade, e ajudar a todos”, garantiu.

E continuou. “Portanto, estar como porta-voz para autistas é uma honra indescritível. Falar pela pessoa idosa, que não está aqui presente, mas alguém tem que falar por eles. Idosos são órfãos de filhos vivos. Existem pessoas na vulnerabilidade, que querem atenção, afeto e amor, assim como os autistas, que querem ser respeitados e conduzidos para dias melhores, é isso que os pais dos autistas clamam”, findou.

Cadmiel registra votação do Cartão de Identificação para pessoa com Transtorno do Espectro Autista

O edil informou que o Senado, em 2011, reconheceu a equiparação do Autismo a deficiência, garantindo direito a tratamento multidisciplinar e diagnóstico precoce.

O vereador destacou a luta de familiares de pessoas com transtorno do espectro autista para fazer valer seus direitos e saudou integrantes do Instituto Família Azul que estavam na galeria da Casa.

Ele informou que o projeto de lei que institui Cartão de Identificação para pessoa com transtorno do espectro autista, de sua autoria, entra em 2ª votação hoje.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]