Aumento de notificações de casos de dengue em Feira de Santana é tema de reunião no Ministério Público

Encontro na sede do Ministério Público da Bahia discutiu aumento das notificações de casos de dengue em Feira de Santana.

Encontro na sede do Ministério Público da Bahia discutiu aumento das notificações de casos de dengue em Feira de Santana.

Na manhã desta segunda (11/03/2019), o deputado federal José Cerqueira Neto (Zé Neto , PT-BA) participou de reunião no Ministério Público (MPBA), em Feira de Santana, com o promotor de Justiça Audo Rodrigues e representantes da Secretaria de Saúde do Município, da Secretaria de Saúde do Estado, da Vigilância Sanitária e Epidemiológica do Município e do Estado, além de representantes unidades hospitalares situadas Feira de Santana e prepostos do setor da Educação, com a finalidade de discutir significativo número de notificações dos casos de dengue ocorrido no município. A reunião foi uma iniciativa da promotoria de Saúde do MP.

O número de casos de dengue em Feira de Santana corresponde a quase 40% dos casos notificados na Bahia em 2019.

No estado da Bahia foram notificados, em 2018, 1.145 casos de pessoas com suspeita de dengue. Apenas em janeiro e fevereiro de 2019 ocorreram 2.200 notificações em Feira de Santana, número muito maior do que o de 2018.

De acordo com o deputado Zé Neto, neste momento o mais importante é enfrentar a situação, e não apontar quem são os culpados. “Não é hora de estarmos apontando quem foram os culpados e o porquê chegamos até aqui. O momento é para entendermos que estamos em uma situação difícil e todos têm que se reunir em torno dela, para que possamos enfrentá-la com determinação e eficiência. Já são quatro notificações de morte por suspeita de dengue em Feira, três já confirmadas e uma ainda em estudo, e o que temos é uma situação urgente, que devemos avançar em um processo de integração de ações entre Município, Estado e todos os outros atores envolvidos, inclusive, o MP”, disse.

Zé Neto afirmou, também, que fará as interlocuções necessárias junto ao Governo do Estado, para auxiliar, o mais rapidamente, no controle dessa situação. “De nossa parte, contribuiremos, no que estiver ao nosso alcance, nas interlocuções com os aparatos do Estado, da Saúde, bem como da Educação e da Força Policial, para que possamos ampliar as ações preventivas, de assistência e de esclarecimento da população sobre esse aumento grave dos casos de dengue”.

Ficou acertado que serão agendadas reuniões para discussão das entidades presentes, com o objetivo de intensificar a prevenção, assistência e o controle vetorial no município, bem como será realizado um comunicado ao MP, a ser elaborado pela coordenação dos agentes de endemias, dos imóveis fechados onde não se obteve êxito nas ações de combate à dengue, em Feira.

Participações

Participaram da reunião, além do já citado Audo Rodrigues, promotor de Justiça; Zé Neto, deputado federal pelo PT da Bahia;  Denise Mascarenhas, secretária municipal de Saúde de Feira de Santana; Edir Gomes , diretor do Núcleo Regional de Saúde (NRS) Centro Leste; Gomes; Maurício, coordenador das Arboviroses da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep)/Secretaria de Saúde do Estado (Sesab); Edilson Matos, DIVEP/Sesab coordenador de endemias de Feira; Maricélia, enfermeira sanitarista da Vigilância Epidemiológica da SMS; Francisca, da Vigilância Sanitária de Feira; José Carlos Pitangueira, diretor do Hospital Clériston Andrade; José Luís, diretor da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Clériston Andrade; Bruno, diretor do Hospital Estadual da Criança (HEC); Ana Paula, gerente de enfermagem da UPA do Clériston; Emmanuele, enfermeira do Núcleo de Vigilância Epidemiológica da UPA do Clériston e o professor Ivamberg Lima, diretor do Núcleo Regional de Educação (NRE-19).

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]