Ações prioritárias da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte são debatidas na SEPLAN Bahia

Secretário Estadual de Trabalho, Davidson Magalhães e Walter Pinheiro, secretário do Planejamento da Bahia.

Secretário Estadual de Trabalho, Davidson Magalhães e Walter Pinheiro, secretário do Planejamento da Bahia.

As ações prioritárias da Secretaria Estadual de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia (SETRE) foram debatidas nesta sexta-feira (22/03/2019), durante reunião realizada na Secretaria do Planejamento do Estado (SEPLAN). A iniciativa faz parte do ciclo de reuniões entre a Seplan e as demais secretarias estaduais para fins de planejamento e orçamento. Além dos secretários estaduais do Planejamento, Walter Pinheiro, e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães, o encontro contou com a presença do corpo técnico das respectivas secretarias.

Dentre as ações prioritárias da Setre, destacam-se a implementação de uma política de esportes mais arrojada, com ações como a realização dos Jogos Estudantis Universitários do Brasil, que serão realizados na Bahia depois de trinta anos, e um programa arrojado de recuperação de praças esportivas, a qualificação profissional, investimentos na área da economia solidária enquanto alternativa junto com o empreendedorismo no que tange às dificuldades do emprego formal que o país apresenta e a continuidade da Agenda do Trabalho decente.

De acordo com Pinheiro, a intenção por parte da Seplan é auxiliar, do ponto de vista legal, e encontrar as ferramentas para alcançar o bom desempenho de cada secretaria no sentido do uso eficiente dos recursos. “A tarefa é fazer a compatibilização do atual Programa de Governo com o último ano de vigência do PPA 2016-2019 e as metas prioritárias estabelecidas na LDO, para que a gente possa cumprir ditames, inclusive legais, e também assumir de forma veemente na execução os compromissos que o governador anunciou no processo eleitoral e que ele também tem feito no dia a dia na sua caminhada”, explica.

O secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia, Davidson Magalhães, destacou a importância do que ele chamou de articulação orgânica entre o planejamento e as secretarias e o seu desdobramento junto à secretaria da Fazenda que, segundo ele, irá permitir ao governador ter um balanço mais objetivo sobre o resultado de governo e dar resultados mais positivos. “Eu reafirmo que não tem administração pública que dê resultados sem planejamento e efetivamente hoje, com os instrumentos legais de acompanhamento orçamentário, com os órgãos de fiscalização, é fundamental você fazer a sua ação de governo que esteja respaldada pelos instrumentos legais, os orçamentos, o PPA e o Programa de Governo, por que esse é o compromisso que foi firmado perante, não só à população, mas perante os instrumentos de fiscalização”, declara.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).