Deputado Nelson Leal recebe jogadores do Esporte Clube Bahia, campeões brasileiros de 1988; Presidente da ALBA homenageia atletas com diploma do Mérito Esportivo

Direção do Esporte Clube Bahia recebe do deputado Nelson Leal, presidente da ALBA, o diploma de Mérito Esportivo.

Direção do Esporte Clube Bahia recebe do deputado Nelson Leal, presidente da ALBA, o diploma de Mérito Esportivo.

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal, recebeu hoje (19/02/2019) a visita de ex-jogadores do Bahia, Bicampeão Brasileiro de 1988, exatamente há 30 anos da conquista, no dia 19 de fevereiro de 1989, quando empatou sem gols com o Internacional no Beira Rio. Para marcar o feito, Nelson Leal entregou ao presidente da Associação dos Campeões Brasileiros de 1988 (ACB 88), João Marcelo, o Diploma de Mérito Esportivo da ALBA, assim como ao Esporte Clube Bahia, na pessoa do ex-presidente do clube Fernando Schmidt, representando o atual presidente, Guilherme Bellintani.

Apesar de ser rubro-negro, Leal considera importante a conquista de 1988 para o esporte baiano. “Realmente é um grande feito a conquista do título de 1988. Primeiro porque é de um clube da Bahia; segundo, porque é do Nordeste, que luta com muito menos recursos do que os clube do Sudeste/Sul. A campanha do Esporte Clube Bahia, sob o comando do técnico Evaristo de Macêdo, é realmente admirável”, elogiou o chefe do Legislativo baiano.

Nelson Leal também demonstrou o seu apreço pelo deputado Bobô (PC do B), o maestro do Esquadrão de Aço, ao lado de grandes nomes como os meias Zé Carlos, Gil Sergipano e Paulo Rodrigues, e os zagueiros João Marcelo, Pereira e Claudir. “Além do simbolismo para a torcida do Bahia, não poderia deixar de prestigiar uma festa do meu amigo Bobô: um craque nas quatro linhas e, também, no Plenário desta Casa”, disse Leal.

Campanha

A campanha de 1988/1989demandou 29 partidas, com 13 vitórias, 11 empates e 5 derrotas. O time assinalou 33 gols e sofreu 23. O campeão, na final, formou com: Ronaldo, Tarantini, João Marcelo, Claudir (Newmar) e Paulo Robson; Paulo Rodrigues, Gil e Bobô (Osmar); Zé Carlos, Charles e Marquinhos.

Gil Sergipano, natural de Tobias Barreto, seguiu os passos do ex-craque do Flamengo, Barcelona e Seleção Brasileira, Evaristo Macedo. Gil Já treinou, no vizinho estado, o Confiança, Itabaiana e Lagartense. Paulo Rodrigues, meia de passadas elegantes no campo de bola, está atualmente com 58 anos e mora onde nasceu, na cidade de Uberaba, no triângulo mineiro. Zé Carlos, o camisa 10 do Tricolor, de um fôlego invejável, garante que o sucesso aconteceu “porque o elenco era uma verdadeira família, com roupeiro, massagista, jogadores, técnico e dirigentes lutando por um único objetivo: ser campeão.”.

Deputado Nelson Leal e membros do Esporte Clube Bahia.

Deputado Nelson Leal e membros do Esporte Clube Bahia.

Diploma de Mérito Esportivo concedido pelo presidente da ALBA ao Esporte Clube Bahia.

Diploma de Mérito Esportivo concedido pelo presidente da ALBA ao Esporte Clube Bahia.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).