Vigilância Epidemiológica de Feira de Santana recolhe semanalmente centenas de pneus

A retirada destes produtos é preventiva por evitar a formação de verdadeiros criadouros do Aedes aegypti

A retirada destes produtos é preventiva por evitar a formação de verdadeiros criadouros do Aedes aegypti.

Centenas de pneus usados de veículos são recolhidos semanalmente pela Vigilância Epidemiológica de Feira de Santana, nas revendedoras, borracharias ou foram diretamente descartados nas ruas.

A retirada destes produtos é preventiva por evitar a formação de verdadeiros criadouros do Aedes aegypti, que encontram o ambiente ideal – quente e úmido, para se reproduzir.

No período de chuvas, os pneus acumulam água e neles o mosquito, que transmite dengue, Zika e Chikungunya, mais a febre amarela urbana, depositam seus ovos.

Os ovos demoram uma semana para eclodirem, aumentando o perigo de se pegar uma das doenças transmitidas pelo inseto, que leva em média dez dias para voar e vive durante 30 dias.

Os pneus são levados para um depósito localizado à avenida Francisco Pinto, onde recebem tratamento à base de inseticida que elimina possíveis focos do inseto.

Depois são enviados para uma empresa, onde são triturados e usados pela indústria de transformação. A retirada dos pneus é estratégica.

A visita às borracharias e empresas comerciais do setor de pneus é feita periodicamente – a cada duas semanas, ciclo suficiente para não permitir que haja acúmulo que leve à reprodução do Aedes.

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]