UNEB amplia cursos de mestrado e doutorado na capital e interior do estado

Nos últimos dois anos, a UNEB conseguiu aprovar na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC) oito novos programas de pós-graduação stricto sensu, sediados nos campi da capital e do interior do estado.

São cursos de mestrado e de doutorado, acadêmicos ou profissionais

Doutorado em Ecologia Humana e Gestão Socioambiental (PPGEcoH) – campus de Juazeiro

Doutorado Profissional em Agroecologia e Desenvolvimento Territorial (PPGADT), em associação entre a UNEB, UNIVASF e UFRPE – campus-sede a ser definido

Mestrado em Ciências Farmacêuticas (PPGFARMA) – campus de Salvador

Mestrado em Estudos Africanos, Povos Indígenas e Culturas Negras (PPGEAFIN) – Cepaia/UNEB em Salvador

Mestrado em Estudos Territoriais (PROET) – campus de Salvador

Mestrado Profissional em Saúde Coletiva (MEPISCO) – campus de Salvador

Mestrado Profissional em Intervenção Educativa e Social (MPIES) – campus de Serrinha

Mestrado Profissional em Ensino, Linguagem e Sociedade (PPGELS) – campus de Caetité.

“Ampliamos a pós-graduação de 17 para 25 programas stricto sensu neste curto espaço de tempo, com potencial de aprovação de mais dois cursos, em breve. Isso demonstra o compromisso da gestão da UNEB e de seus professores com a formação qualificada em nível de pós-graduação e com o desenvolvimento de pesquisas tecnológicas e inovadoras para o estado e a região”, afirma a pró-reitora de Pesquisa e Ensino de Pós-Graduação (PPG), Tânia Hetkowski.

Os dois cursos de pós-graduação que devem ser analisados pela Capes brevemente são o de doutorado do Programa de Crítica Cultural (Pós-Crítica), sediado no campus de Alagoinhas, e o Mestrado Profissional em Gestão de Processos Comunicativos e Inovação Social, no campus de Juazeiro.

Também parabenizando a comunidade acadêmica pela aprovação dos cursos, o reitor da UNEB, José Bites, lembra que os novos programas não vão demandar maiores recursos orçamentários da instituição porque foram “bem planejados para aproveitar a infraestrutura, laboratórios e o corpo docente qualificado do quadro efetivo da universidade”.

“Com o atual contingenciamento no orçamento das universidades estaduais, por força da crise nacional que atinge o estado, devemos continuar avançando em nossas ações universitárias sempre que possível otimizando os recursos já disponíveis”, assinala o reitor.

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]