Vereador cobra fiscalização do Procon nos postos de combustíveis de Feira de Santana

Edvaldo Lima: espero que as equipes voltem às ruas para fiscalizar o que os empresários estão fazendo.

Edvaldo Lima: espero que as equipes voltem às ruas para fiscalizar o que os empresários estão fazendo.

Indignado com o valor cobrado pela gasolina nos postos de combustíveis de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) cobrou ao Procon o cumprimento de seu papel de órgão fiscalizador visando garantir os direitos dos consumidores. Segundo o vereador, os empresários do ramo não aplicaram nas bombas a redução do valor do combustível nas refinarias. Lima criticou, ainda, o reajuste do preço do botijão do gás de cozinha.

“O valor que foi diminuído nas refinarias não foi repassado aos consumidores. A gasolina deveria custar hoje R$ 4,00. Mas, não existe mais fiscalização do Procon. Peço ao prefeito Colbert Martins Filho que averigue o que está acontecendo no Procon, que parece que esqueceu que é um órgão fiscalizador. Espero que as equipes voltem às ruas para fiscalizar o que os empresários estão fazendo”, cobrou.

Na oportunidade, o vereador do PP relembrou o impacto da greve dos caminhoneiros na economia do país e destacou a necessidade de mobilização para o alcance de resultados positivos para os trabalhadores brasileiros.

Ainda no uso da tribuna, o vereador Edvaldo Lima parabenizou o presidente eleito Jair Bolsonaro por definir a Constituição Federal, que completou 30 anos, como o norte da sua gestão à frente da nação. O edil parabenizou também o convite ao juiz Sério Moro para assumir o Ministério da Justiça.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]