Senadora Lídice da Mata comenta sobre papel da Constituinte de 1988 na garantia de direitos das mulheres; Confira vídeo

Senadora Lídice da Mata comenta sobre direitos das mulheres reconhecidos com a Constituição de 1988.

Senadora Lídice da Mata comenta sobre direitos das mulheres reconhecidos com a Constituição de 1988.

Em depoimento gravado para uma série de documentários da TV Senado, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) narra o papel da Assembleia Nacional Constituinte (1987-1988) na garantia dos direitos das mulheres.

O décimo-primeiro episódio da série apresenta a visão de Lídice, deputada federal eleita, que esteve à frente das mais importantes decisões e reviravoltas políticas daquele momento, contando o que presenciou nos corredores, Plenário e salas de comissões.

Uma das mais jovens parlamentares do Congresso quando foi instalada a Assembleia Nacional Constituinte, Lídice fala sobre sua trajetória até a Constituinte de 1987 e relembra as transformações que o País viveu, especialmente em relação às mulheres, na busca por direitos.

“Nós mulheres Constituintes fomos o único segmento que se elegeu com uma carta programática. Era expressivo o nascimento de uma mulher política, que ao se confrontar com os desafios da política mudou seu ponto de vista e mudou sua própria vida”, diz a parlamentar baiana.

A entrevista faz parte do documentário Testemunha da História – 30 Anos da Constituição Cidadã, que apresenta o olhar de parlamentares, jornalistas e fotógrafos sobre os dois anos da Assembleia Nacional Constituinte.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]