Salvador: População recusa jogo de empurra entre ACM Neto e Rui Costa com relação ao futuro de crianças e adolescentes, afirma vereador Hilton Coelho

Hilton Coelho: é preocupante o momento que a educação atravessa.

Hilton Coelho: é preocupante o momento que a educação atravessa.

Membro da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Salvador e presidente da Comissão de Defesa da Criança e do Adolescente, o vereador Hilton Coelho (PSOL) avalia que “é preocupante o momento que a educação atravessa e a sociedade precisa se unir em torno da defesa de um ensino público, gratuito, libertário e de qualidade. As notícias apontam para um grande ataque à escola pública nas esferas federal, estadual e municipal. Em Feira de Santana, Itabuna, Santo Amaro e Wagner, as notícias não são nada animadoras. Foram anunciados fechamento de escolas, além de cinco meses de atrasos salariais”.

Ele detalha que “na rede estadual, os ataques a educação é um caso à parte. Faltam recursos para quase tudo. Recebemos denúncias que as avaliações de final de ano estão comprometidas até mesmo por falta de papel e suprimentos para cópias. Temos notícias de que o governador Rui Costa (PT) ameaça fechar cerca de 30 escolas no estado e notas vazias da Secretaria Estadual de Educação (SEC) não tranquilizam estudantes, educadoras, educadores e a sociedade. São dezenas de escolas ameaçadas de fechamento em Salvador. Dentre outras, estão sob ameaças o Colégio Maria Odete e o Sete de Setembro em Paripe; o Felipe Busquet, em Periperi, além dos que já foram fechados no início desse ano. Em Itabuna já foi anunciado o fechamento do Colégio Estadual Sesquicentenário, o tradicional CISO; em Wagner, o Instituto Ponte Nova já teve sua sentença de fechamento decretada pela SEC e em Feira de Santana essa mesma situação atinge mais escolas”.

Hilton Coelho lembra que após o processo eleitoral se acirrou o debate sobre quem seria responsável pelas escolas, o estado ou o município. “Cobramos responsabilidade por parte dos governantes. Defendemos e exigimos o direito de nossas crianças e adolescentes a escolas e ensino de qualidade. Esta disputa mesquinha deixa estudantes sem saberem se terão vagas disponíveis, além de deixarem as escolas que já tinham afinidade e construíram relações de confiança com colegas e docentes”.

O legislador afirma também que “as educadoras e educadores passam por graves dificuldades com o fechamento das escolas. Muitos deixarão de ensinar nas unidades que lecionam há anos. Terão sua rotina de trabalho alteradas e perdas salariais irreparáveis com a excedência. Tanto ACM Neto quanto Rui Costa precisam olhar a educação como investimentos no futuro da nossa sociedade e não como custos e números a serem cortados. Não aceitaremos esse tipo de disputa mesquinha onde nossas crianças ficam sem estudar. O governo estadual emitiu uma nota vergonhosa alegando que o fechamento das escolas faz parte de uma reestruturação da rede de Ensino. Nada disso pode se sobrepor ao direito de estudar dos alunos. Não é possível que numa imensa crise que o país está mergulhado, os governantes fechem escolas em nome de uma readequação fajuta”.

Hilton Coelho conclui afirmando que assumirá o mandato de deputado estadual em 2019 e “desde já alerto o prefeito ACM Neto e o governador Rui Costa que manteremos a mesma postura que tivemos até o momento. Não nos calaremos diante desse descaso com a educação e mais uma vez estaremos ao lado da comunidade escolar em defesa de um ensino de qualidade. Junto com as entidades representativas dos profissionais de educação e da sociedade usaremos todos os meios ao nosso alcance para impedir que direitos sejam usurpados. Convocamos também as famílias, estudantes e corpo docente a não se calarem diante desta situação. Só com organização, mobilização e unidade venceremos e denunciaremos qualquer tentativa de fechamento de escolas”.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]