Jornal Folha de São Paulo relembra ascensão do líder nazista Adolf Hitler e a função social de independência do jornalismo; Veículo de comunicação responde aos atos persecutórios de Jair Bolsonaro

Adolf Hitler e Jair Bolsonaro. Jornal Folha de São Paulo responde, ao extremista de direita Jair Bolsonaro, relembrando campanha publicitária em que aborda ascensão do líder nazista Adolf Hitler e a função de independência do jornalismo para o desenvolvimento da sociedade.

Adolf Hitler e Jair Bolsonaro. Jornal Folha de São Paulo responde, ao extremista de direita Jair Bolsonaro, relembrando campanha publicitária em que aborda ascensão do líder nazista Adolf Hitler e a função de independência do jornalismo para o desenvolvimento da sociedade.

Em 1988, um comercial para o Jornal Folha de São Paulo, criado pela W/Brasil de Washington Olivetto, abordava a ascensão do nazista Adolf Hitler na Alemanha, a manipulação da realidade e a função do jornalismo independente.

O vídeo-publicitário inicia a narrativa como foco em pequenos pontos pretos, de uma foto reticulada, afastando-se aos poucos até revelar um rosto, enquanto a locução dizia:

“Este homem pegou uma Nação destruída. Recuperou a economia e devolveu orgulho a ao povo. Em seus quatro primeiros anos de governo, o número de desempregados caiu de 6 milhões para 900 mil. Este homem fez o Produto Interno Bruto crescer 102%.”

No final do comercial, o rosto era de Adolf Hitler e a locução alertava: “é possível contar um monte de mentiras dizendo só a verdade. Por isso, é preciso tomar muito cuidado com a informação e o jornal que você recebe”.

Folha responde ao extremista

Observa-se que a Folha de São Paulo responde aos atos persecutório do extremista Jair Bolsonaro (PSL/RJ), evidenciado o que pensa dele e do discurso totalitarista que defende.

A matéria abordando a autonomia do veículo de comunicação, com relação aos governos, foi veiculada neste sábado (03/11/2018), com título ‘Independência da Folha inspirou campanhas de TV do jornal’.

Jair Bolsonaro e a doutrina nazista

Adolf Hitler e Jair Bolsonaro. O Jornal Folha de São Paulo ao responde ao extremista de direita Jair Bolsonaro, relembrando campanha publicitária em que aborda ascensão do líder nazista Adolf Hitler e a função de independência do jornalismo para o desenvolvimento da sociedade.

Observa-se que, da mesma forma que Jair Bolsonaro pretende fazer no Brasil, Hitler chegou ao poder e usou o Estado para perseguir veículos de comunicação.

Confira vídeo

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).