+ Manchetes >

Feira de Santana: Estudantes internados terão direito à continuidade dos estudos no Hospital Clériston Andrade 

Lançamento do Serviço de Atendimento à Rede em Ambiências Hospitalares e Domiciliares no Hospital Geral Clériston Andrade.

Lançamento do Serviço de Atendimento à Rede em Ambiências Hospitalares e Domiciliares no Hospital Geral Clériston Andrade.

A Secretaria da Educação do Estado inaugurou, na manhã desta quinta-feira (08/11/2018), a classe hospitalar da rede estadual, que funcionará no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana. A iniciativa é pioneira na unidade e integra o Serviço de Atendimento à Rede em Ambiências Hospitalares e Domiciliares (SARAHDO), que tem como objetivo garantir o direito de estudantes enfermos do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) que se encontram nos leitos hospitalares ou em atendimento médico domiciliar, a darem continuidade aos seus estudos.

O evento contou com a participação do superintendente de Políticas para a Educação Básica da Secretaria da Educação, Ney Campello (representando o secretário de educação, Walter Pinheiro), do diretor-geral do HGCA, Dr. José Carlos de Carvalho Pitangueira, da professora Adenilde Chaves, diretora do Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual (CAP DV), do diretor do Núcleo Territorial de Educação (NTE), Ivamberg dos Santos Lima, da coordenadora do Sarahdo na Bahia, Veruska Poltronieri.

“A modalidade de ensino é lei e surge de uma necessidade de fazer a cobertura da Educação Inclusiva no Estado de modo total. Estamos agora cumprindo a meta de levar a educação para onde o estudante estiver, seja em sala de aula, em casa ou no hospital”, garantiu Ney Campello. Trata-se da Lei 13.716 que torna obrigatório o Atendimento Pedagógico Educacional Hospitalar e Domiciliar aos educandos enfermos.

O diretor do HGCA, Dr. José Carlos Pitangueira, parabenizou o Estado pela iniciativa. “No Clériston Andrade quase 60 alunos já estão cadastrados no Sarahdo e terão aula no leito. Estamos felizes de ter esta modalidade de ensino na unidade, agora os estudantes/pacientes de Feira de Santana terão direito à educação inclusiva”, comemorou.

Durante o evento, os docentes da rede estadual que irão garantir escolaridade, atendimento educacional especializado e tratamento personalizado e humanizado para os estudantes/pacientes da classe hospitalar do HGCA, receberam das mãos do Prof. Ney Campello os jalecos que irão usar durante as aulas que darão no hospital. Todos os professores passaram pela formação continuada em Classe Hospitalar/Atendimento Domiciliar. As aulas serão realizadas de segunda a quinta-feira, das 13 às 17 horas. Na sexta-feira será dia de planejamento pedagógico. No entanto, objetivando dar início à parte prática, a primeira aula está marcada para esta sexta-feira (09), a partir das 13h.

Atendimento Pedagógico Hospitalar e Domiciliar

É uma Modalidade de Atendimento que ocorre em ambientes de tratamento de saúde, seja na circunstância de internação, seja no atendimento em hospital dia ou em serviços de atenção integral à saúde mental.

O Atendimento pedagógico domiciliar é o atendimento educacional que ocorre em ambiente domiciliar, decorrente de problema de saúde que impossibilite o educando de frequentar a escola ou esteja ele em Casas de Apoio ou Casas-Lar.

Base Legal no Brasil

Constituição Federal (1988)

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, número 9.394 /96 é alterada em 24 de setembro de 2018, pela Lei número 13.716, quando torna-se obrigatório o Atendimento Pedagógico Educacional Hospitalar e Domiciliar aos educandos enfermos.

Conselho Nacional de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONANDA, 1995).

Objetivos

Assegurar aos jovens e adultos hospitalizados ou enfermos a continuidade dos seus estudos;

Reintegrar os alunos pacientes após alta médica as suas Escolas de origem;

Público-Alvo

Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos

Política pública, lançada em 13 de junho de 2018, com a inauguração da primeira Classe Hospitalar do Estado da Bahia, na Unidade de Nefrologia (Hemodiálise) do Hospital Geral Roberto Santos.

Onde encontrar às Classes Hospitalares e Domiciliares na Bahia:

Salvador / NTE 26

Hospital Geral Roberto Santos – Unidade de Nefrologia Adulta

Domicílios: 4 alunos-pacientes

Ilhéus e Itabuna /NTE 05

Ilhéus: Hospital Regional Costa do Cacau (Ortopedia / Clínica Médica)

Itabuna: Hospital Calixto Midledj (Hemodiálise)

Hospital Manoel Novaes (Oncologia / Clínica Médica)

Domiciliar: Casa de Apoio a Criança com câncer / GACC

Grupo de Apoio ao paciente oncológico / GAPO

Feira de Santana /NTE 19

Hospital Geral Clériston Andrade (Ortopedia / Clínica Médica/Clínica Cirúrgica)

Hospital Estadual da Criança (Clínica Médica / Nefrologia / Clínica Cirúrgica e Oncologia)

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]