2019: O início das trevas | Por Alberto Peixoto

Prenuncio do Governo de Jair Messias Bolsonaro é de retrocesso.

Prenuncio do Governo de Jair Messias Bolsonaro é de retrocesso.

O ano de 2019 dará início a um dos piores períodos da história do Brasil. Logo no primeiro dia do ano, tomará posse os vencedores do ultimo pleito, com uma equipe de militares que nunca foram políticos e sem nenhuma experiência em Administração Pública. Com certeza tentarão “comandar” o Brasil, como se fosse um quartel, cujo efetivo não serão soldados, serão escravos!

O Presidente Bolsonaro está transformando o País em um grande quartel, onde ele dita as ordens (será?) segundo o seu parvo entendimento, ou seja: nenhum. Até o momento, já foram anunciados 6 Ministros militares e mais um grupo de corruptos, que completarão a pior equipe de – lacaios – gestores públicos deste país.

A reforma da Previdência abrirá o próximo ano, prenunciando para a classe trabalhadora a perda de direitos historicamente adquiridos, entre tantas outras mazelas impostas ao “Capitão” pelo “Imperador Trump”, como: Pré sal, Petrobrás, Embraer, Amazônia, etc. Passamos de colônia de Portugal, para colônia dos Estados Unidos da América. “Êita predisposição para ser servente!”

Como anunciou o novo Presidente eleito, o trabalhador deve escolher entre ter direitos trabalhistas ou estar empregado. Dito isto, fica decretado o fim da aposentadoria – principalmente para os que estão entrando no mercado de trabalho – fim do décimo terceiro, férias, entre tantos outros direitos.

Com certeza, também o fim do SUS – Sistema Único de Saúde. Ora, quem precisa de assistência médica são os que têm dinheiro para pagar um atendimento particular. O pobre, negro e, principalmente nordestino, que procure um terreiro de candomblé. Se for na Bahia, estará tudo resolvido.

A escola pública chegou ao final. Segundo o Ministro da Educação, pobre não precisa entrar na universidade. “Pra quê”? A maioria não gosta e não quer se graduar em nível superior, conforme diz o Ministro. Só o segundo grau basta e vai trabalhar vagabundo, isto é, se achar emprego, porque o desemprego já é uma realidade. Quem tiver “bufunfa” que financie seus estudos.

A saúde pública, educação e cultura, entre tantos outros benefícios sociais, serão extintos.  Com certeza o contribuinte está louco para saber qual o destino do dinheiro arrecadado com os impostos. Claro que, exceto a parte que sempre vai para os paraísos fiscais. Esta parte todos já sabem.

O aumento de impostos vem a todo galope, o que significa mais verba do contribuinte, que é sempre escorchado, para ser desviado para os paraísos fiscais.

A partir de 1º de janeiro de 2019, o brasileiro vai ter certeza de que o “Alaíde Nigth Club”, cabaré de luxo situado em Feira de Santana, na Bahia, é mais organizado, mais bem administrado e sério do que o Brasil de hoje. Alaíde é muito competente e sabe administrar um “puteiro”!

Alberto Peixoto, escritor

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Alberto Peixoto
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.