SIP debate violência contra jornalistas na América Latina

SIP debate violência contra jornalistas na América Latina.

SIP debate violência contra jornalistas na América Latina.

O crescimento da violência extrema contra jornalistas na América Latina já provocou a morte de 29 profissionais na região este ano. Preocupada com a situação, a Sociedade Interamericana de Imprensa vai discutir o assunto em assembleia geral que será realizada entre os dias 19 e 22 de outubro de 2018, em Salta, na Argentina.

O levantamento da entidade registrou a morte de dois brasileiros, 11 mexicanos, seis norte-americanos, três equatorianos, dois colombianos, dois guatemaltecos e um nicaraguense. Um fotógrafo haitiano está desaparecido. As vítimas brasileiras foram Marlon de Carvalho Araújo, Jairo Sousa, Jefferson Pureza Lopes y Ueliton Bayer Brizon.

“O assassinato é o ápice dos atos de violência contra a imprensa que em muitas ocasiões começa com ameaças e agressões físicas”, destacou o presidente da entidade, Gustavo Mohme. Diretor do jornal peruano La República, ele ressaltou que mais de 90% dos casos são marcados pela impunidade dos culpados.

*Com informações da ABI.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]