Salvador: Vice-prefeito Bruno Reis recebe homenagem em evento pelos 60 anos da Organização de Auxílio Fraterno

Bruno Reis recebe homenagem em evento pelos 60 anos da Organização de Auxílio Fraterno.

Bruno Reis recebe homenagem em evento pelos 60 anos da Organização de Auxílio Fraterno.

O vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis, ressaltou a importância do trabalho social desenvolvido pela Organização de Auxílio Fraterno (OAF), ao representar a gestão municipal no evento que comemorou os 60 anos de fundação da entidade. Após a missa em Ação de Graças, celebrada pelo arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, o vice-prefeito foi homenageado com a Medalha Dalva Mattos, no auditório senador Antonio Carlos Magalhães, na sede da OAF, no bairro da Lapinha. A honraria foi concedida a autoridades municipais e personalidades que contribuíram com o desenvolvimento institucional e cultural da OAF.

A entidade, segundo Bruno Reis, é importante parceira da Prefeitura de Salvador na realização de projetos sociais. “A OAF faz um trabalho belíssimo, acolhendo crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade em nossa cidade. Hoje, quando completa 60 anos, nós temos que render homenagens a toda sua equipe, mas, em especial, ao presidente Jozias, porque, se não fosse por ele, com toda a dedicação e empenho, talvez essa organização social estivesse com as portas fechadas”, afirmou.

O diretor-presidente da OAF, Jozias Sousa da Silva, ressaltou que o vice-prefeito foi o responsável por “abrir as portas da prefeitura à instituição”. Ele lembrou que Bruno Reis foi quem o apresentou ao prefeito ACM Neto. “Graças a esse apoio, exatamente no aniversário desta casa, em outubro de 2015, assinamos a parceria com o município, através do chamamento público feito pela Secretaria de Combate à Pobreza. Assim, ampliamos o serviço de acolhimento, saindo de um número de 40 para 80 institucionalizados”, frisou.

OAF

Organização de Auxílio Fraterno foi fundada em 1958, pela professora e advogada Dalva Mattos, a OAF completa 60 anos nesta sexta-feira (12). O marco do começo do trabalho social de Dalva foi a criação da Escola Nossa Senhora de Nazaré, em um terreno na Rua do Queimado, na Lapinha. A entidade se dedicou inicialmente a abrigar mães solteiras, passando depois a acolher crianças – muitas delas filhas das pessoas atendidas pelo projeto.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]