Proprietários rurais denunciam a Viabahia por falta de manutenção da faixa de domínio em trecho da rodovia BR 324, sentido Feira de Santana – Salvador

Imagens revelam falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trechos dos municípios de Amélia Rodrigues e Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.

Imagens revelam falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trechos dos municípios de Amélia Rodrigues e Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.

Imagem revela falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trecho do município de Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.

Imagem revela falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, em trecho do município de Santo Amaro. Proprietários rurais denunciam a Viabahia por negligência na manutenção do acero.

A falta de manutenção da faixa de domínio da BR 324, Rodovia Engenheiro Vasco Filho, trecho Feira de Santana – Salvador, foi mais uma vez denunciada por proprietários rurais de Amélia Rodrigues e Santo Amaro. Eles responsabilizam a concessionária Viabahia por possíveis danos causados às propriedades, em decorrência de incêndios iniciados às margens da rodovia.

Para comprovar a denúncia, os proprietários rurais encaminharam imagens de trechos da rodovia BR 324, em que é identificada a falha da Viabahia na manutenção do acero da faixa de domínio.

Problema recorrente

O fato da concessionária Viabahia negligenciar as atribuições com as quais está comprometida, através de contrato com o Governo Federal, foi objeto de outras matérias do Jornal Grande Bahia (JGB), conforme relacionadas a seguir:

Em 15 de outubro de 2018, foi publicada reportagem com título ‘Feira de Santana: Juiz Cláudio Pantoja Sobrinho condena Viabahia por acidente na BR 324, decorrente da falta de sinalização de incêndio às margens da rodovia’;

Em 1º de março de 2018, foi publicada reportagem com título ‘Deputado Angelo Coronel critica concessionária ViaBahia por negligência na manutenção da BR-324; presidente da ALBA diz que incêndios na rodovia causam acidentes e prejuízos’; e

Em 28 de fevereiro de 2018, foi publicada reportagem com título ‘Incêndio iniciado às margens da Rodovia BR-324 provoca destruição de propriedades rurais em Terra Nova; ViaBahia é denunciada por falta de manutenção das faixas de domínio’.

Em todas as reportagens o ponto convergente é a falha da Viabahia em cumprir o contrato, ao não realizar o acero da faixa de domínio, no entorno da Rodovia Engenheiro Vasco Filho, nos trechos Feira de Santana – Salvador e Salvador – Feira de Santana, conforme perímetro delimitado pela legislação federal.

As reportagens relatam, também, graves prejuízos financeiros ocasionados em propriedades rurais e acidentes de veículos que, por vezes, pode ocasionar a morte dos motoristas. Nos casos relatados isso ocorre em função de incêndios iniciados às margens da pista e são decorrentes da falta de realização do acero na faixa de domínio da BR 324, nos trechos citados anteriormente.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Carlos Augusto
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (SINJORBA), Associação Brasileira de Imprensa (ABI Nacional, Matrícula nº E-002907) e Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia).