Projetos das escolas estaduais da Bahia são apresentados em mostra no Rio Grande do Sul

Os trabalhos dos estudantes da Bahia fazem parte do projeto Ciência na Escola, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado, para fomentar a iniciação científica nas escolas da rede estadual.

Os trabalhos dos estudantes da Bahia fazem parte do projeto Ciência na Escola, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado, para fomentar a iniciação científica nas escolas da rede estadual.

Estudantes de quatro colégios da rede estadual da Bahia participaram, até sexta-feira (26/10/2018), da Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia (MOSTRATEC), na cidade de Novo Hamburgo (RS). A Feira, que teve abertura na terça-feira (23), contou com a participação de 640 projetos do Brasil e exterior, e promoveu a integração entre as instituições de ensino, a pesquisa e o meio empresarial, possibilitando o desenvolvimento, a aplicação e a divulgação de novas tecnologias. O evento ainda integra o Seminário Internacional de Educação Tecnológica (SIET), Mostratec Júnior (Ensino Fundamental), Robótica Educacional e atividades esportivas e culturais. Os trabalhos dos estudantes da Bahia fazem parte do projeto Ciência na Escola, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado, para fomentar a iniciação científica nas escolas da rede estadual.

O projeto “Produção de tintas ecológicas à base de barro colorido no sertão baiano”, do Centro Educacional Antônio Honorato, em Casa Nova, apresenta uma tinta ecológica, feita à base de barro colorido muito encontrado na região. “O produto feito com água, cola e barro peneirado, encontrado nas cores branca, amarela, vermelha, marrom e preto, já foi utilizada na casa de uma moradora do município e o resultado foi muito positivo,” contou o estudante do 2º ano, Anderson Riberio, 17 anos. Ele ainda destacou como surgiu a ideia para a tinta. “Com os estudos e experimentos, verificamos que as tintas à base de petróleo prejudicam a saúde e o meio ambiente. Por isso, pensamos em um novo método de dar cores aos ambientes sem o uso do produto químico, aproveitando nosso solo que tem essa riqueza de cores”, disse.

Também no encontro com o projeto “A construção da memória de Catu nas histórias, casos e causos do escritor Eron”, o estudante Danilo Avelino, 17 anos, do curso técnico de nível médio em Logística, do Centro Estadual de Educação Profissional em Controle e Gestão do Nordeste Baiano Pedro Ribeiro Pessoa, no município de Catu, tem a oportunidade de apresentar a história da cidade que completou 150 anos por meio de uma artista local. “Foi uma atividade enriquecedora desenvolver um projeto baseado na nossa identidade, memória, experiência e narrativa, com o conhecimento do escritor Eronildes ‘Eron’ Chaves Ribeiro, que publicou dois livros independentes sobre a cidade. Agora podemos trazer para o outro lado do país esse trabalho que já está atraindo bastante interesse dos participantes do evento”, destacou.

Os projetos concorrem a premiações da MOSTRATEC que serão anunciadas no último dia do evento (26). Ainda representam a Bahia os projetos: “Ação antimicrobiana de extrato aquoso e etanólico da alfavaca (Ocimum gratissimum)” e “Avaliação e viabilidade do adubo a partir da Baronesa (Eichhornia crassipes), uma solução sustentável” (ambos do Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira – Ilhéus).

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]