Feira de Santana: Vereador condena união homoafetiva em casamento coletivo

Edvaldo Lima: a Bíblia diz que não pode haver união matrimonial entre homens e nem entre mulheres.

Edvaldo Lima: a Bíblia diz que não pode haver união matrimonial entre homens e nem entre mulheres.

Ao discursar na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão ordinária desta quarta-feira (10/10/2018), o vereador Edvaldo Lima (PP) voltou a condenar a união de casais homossexuais no Casamento Coletivo do programa Família Cidadã promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso) em parceria com a Justiça. O edil informou que a cerimônia deste ano será realizada no Ginásio de Esportes do (SESI), no Bairro Alto do Cruzeiro, no dia 8 de novembro, às 7 horas.

“Quero parabenizar a Secretaria de Desenvolvimento Social, na pessoa do secretário Ildes Ferreira, pelo apoio dado a essas pessoas que querem construir um lar, obedecendo aquilo que determina a Bíblia Sagrada. Mas, quero saber se todos os 150 casais são de heterossexuais, porque não se pode ter casamento homoafetivo em casamentos coletivos. A Bíblia diz que não pode haver união matrimonial entre homens e nem entre mulheres”, afirmou.

Compartilhe e Comente

Faça uma doação ao JGB

Redes sociais do JGB

Publicidade

Publicidade

+ Publicações >>>>>>>>>

Manchete

Colunistas e Artigos

Sobre o autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]